terça-feira, 30 de junho de 2009

Pra que complicar?



Não tem coisa pior do que acordar super atrasada, sair correndo e não ter tempo nem de tomar um leite com nescau. Sim, meu vício é leite com nescau.

Aí a pessoa chega na padaria, totalmente desbaratinada, sem fechar o carro direito, janela aberta, manta e casaco tudo descoordenado, tentando ajeitar isso pelo caminho, até chegar lá no final do corredor, escolher um iogurte e então...

O meu iogurte, mais umas bolachinhas e um chiclé, deram exatos R$6,00. Então, eu sem troco, sem nada, dei uma nota de R$50,00.

Bastou pra me deixar totalmente mal humorada. Não que a mulher não tivesse troco, mas eu ODEIO quando as pessoas começam a complicar coisas tremendamente simples, dizendo numeros aleatórios, porque não falam logo: "50 menos 6, dá 44 ", era isso o que eu tinha na cabeça!!!!!

Mas não.... começou a dizer: 10,20,30,40,50... sem olhar pra minha cara e eu sem entender aquela penca de moedas, notas amassadas, tudo na minha mão e aquela contagem ridicula.

Não dá pra fazer uma simples conta? Em vez de ficar falando números???

Poxa vida!!!! Lá fui eu, pra dentro do carro, com uma sacolinha na mão, chave na outra e pencas de moedas pra lá e pra cá, sem saber se aquele "10,20,30,40,50" estava certo.

Aff.

2 comentários:

Mônica disse...

Mais do que moedinhas, eu odeio quando me dão balinhas no lugar de dinheiro. Onde já se viu uma coisa dessas??? Acho um absurdo.

Gostei das novas padronagens do blog! :-)

bjk

Desabafando disse...

gostei daqui....vou te seguir tá!
se puder, conheça meu blog
desabafandoesonhando.blogspot.com