quinta-feira, 16 de julho de 2009

Quem quer ser Milionário??

Sei que tô atrasada, que quase todo mundo viu esse filme, mas sou assim mesmo... quando todo mundo tá vendo, eu não fico com a mínima vontade de ver.
Pois bem... confesso que ultimamente não me motiva nenhum pouco ver filmes tristes, acho que tô ficando velha... pois há uns aninhos atrás adorava ver filmes de chorar até desidratar comendo pipocas. Atualmente... gosto de passar longe de filmes que tenham conteúdos como: pobreza, miserê, maus tratos a crianças, mulheres, idosos...


É um filme triste e ao mesmo tempo com um final espetacular. Vale a pena ver e rever.


Antes de ver o filme, li por aí que os indianos meio que se revoltaram pelo fato de o filme retratar uma miséria escabrosa... olha... eu acho que miséria daquele tipo existe em todo o lugar e em toda parte do mundo, alguns lugares menos e outros nem tanto... Também disseram que Danny Boyle (diretor) não teve sensibilidade alguma em fazer o filme... eu entendo que quem viu e não se sentiu sensibilizado, no mínimo é uma pessoa que não tem noção do que é sensibilidade, no sentido literal da palavra.

Em tempos de que a Índia está na moda (novela, músicas, roupas, lenços indianos), achei muito interessante o filme expor o lado sombrio que ninguém quer ver, a maioria das pessoas pensa que a Índia é um pais rico e maravilhoso, só que poucos sabem que milhões de indianos vivem com menos de 1,25 doláres por dia, inclusive eu.

Fiquei pasma também com alguns que disseram que o filme é uma violação dos direitos humanos e da dignidade dos pobres... poxa vida... sempre tem algum idiota que levanta a bandeira dos direitos humanos com alguma teoria totalmente tosca e fora da realidade.

Não posso dizer que é melhor filme que já vi na vida, mas também não posso dizer que o filme é ruim, porque não é. Como disse o autor do romance "Q&A", Vikras Swarup, que inspirou o filme: "é a história do triunfo de um herói, de um homem da favela que triunfa, contra tudo que se esperava". E isso poderia ser contado no Brasil dentro das favelas, na Itália, na Espanha, enfim... em qualquer outro lugar do mundo.

Se esses criticos querem falar tanto da exposição da miséria, quem sabe eles comecem a bolar alguma fórmula pra erradicar a miséria no mundo, em vez de criticar um filme tão bonito como esse.


10 comentários:

Fernanda disse...

Já vi que India ta na moda pra todo lado mesmo...

Mariane disse...

quando todo mundo tá vendo, eu não fico com a mínima vontade de ver... adorei, hahaha!!

Nossa agora com seu post animei de ver, também não vi ainda, uhuhuhu!!!

Bjs

Encosto de Bette Davis: disse...

É culpa da rede globo que a índia ta na modinha. Aí tõ prefirindo só filme de comédia agora, chega de sensibilidade.

Desabafando disse...

eu adorei esse filme...achei demais a forma como ele sabia as respostas! Acho que isso retrata sim a pobreza da ïndia e não é a realidade? vai dizer que a índia é como a novela das 8 mostra? Que nada, a novela é uma bela ilusão!

Cacá disse...

Adorei o jeito como descreveu o filme e as suas percepções a partir dele.
Achei o filme muito bom, mostrou a discriminação sofrida por quem não tem condições e consequentemente não tem estudo, a pobreza...

E a trilha sonora é ótima! :)

Um beijo.

Deni Maciel disse...

mto bom filme
mereceu cada oscar q ganhou
vi por intermédio da namorada q num para d cantar musik dessas pussycat dolls do caceta mas fazer oq..antes pop q funk
kkkkkkk

e mto bom o filme merece um post mesmo..

www.bocadekabide.blogspot.com

'Ariane .( lla Belle )' disse...

Eu nem vi o filme, mais achei que o que vc escreveu foi bem feito

achei seu blog fofo
parabens

beijos

Ligia disse...

Coitado do Danny Boyle. Tanto tempo pra se consagrar, quando finalmente consegue, aparece essa meia dúzia pra falar besteira.
Como se explica a miséria em um país como a Índia?
É estranho como pessoas que não sabem o que é isso têm a capacidade de achar a história adaptada de forma exagerada nesse sentido, sendo que isso nem era o foco do filme. Apenas uma consequência, já que aquela miséria é realidade por lá também.

Vânia Morais :D disse...

vim agradecer
sua visitinha
beijocas no coração

Dessa disse...

O pior é que muita tem mesmo uma idéia distorcida da Ìndia, mas isso é gente que não se interessa por saber como é a vida em outros países.
O foco de filme nem deveria ser esse- que bando de críticos chatos.

O legal pra mim do filme não foi a vida na India- não me surpreende, nem a historinha de amor e sim a idéia da aquisição do conhecimento.
Isso sim foi original e me fez adorar o filme.