terça-feira, 4 de agosto de 2009

Resposta Errada ;)


Estava eu no vestiário do ballet. Sim, depois de oito anos, a pessoa decide voltar ao ballet, pra ver se consegue achar a delicadeza que habitava nesse ser. Confesso que voltei toda torta, com dor nas pernas e loca de ódio, por não lembrar de absolutamente nada das posições do ballet, mas enfim... prometi a mim mesma que dessa vez não vou desistir.

Voltando... estava eu no vestiário do ballet, quando uma senhora (que devia estar esperando a neta terminar a aula) falou para a outra: "mas fulana, o amor não existe, o que existe é o costume entre as pessoas". Help! Parei na mesma hora, enquanto eu tentava enlouquecidamente enfiar aquela meia calça, num frio do inferno, e ao mesmo tempo procurando a tal sapatilha... fiquei toda torta sentada no banco, fingindo que me vestia delicadamente, só pra escutar o que a outra iria responder e help novamente: "concordo fulana, o amor é um sentimento imposto pela sociedade, o que existe mesmo é o costume de ter uma familia, buscar neto, levar filho, fazer comida para o marido". Saí do vestiário a francesa. Não queria escutar mais nada. (Ah... a trilha sonora era muito interessante pra um papo desses: música clássica, parecia cena daqueles filmes antigos de vovó tricotando esperando o chá.)

Como assim!!!!!! Como assim o amor é imposto pela sociedade? Como assim o que existe apenas é o costume entre as pessoas? Mas que que isso? Pausa. Respira.

Não vou conceituar o amor, longe disso. Ao mesmo tempo, não acredito que o que une as pessoas seja o costume, ao meu ver, quem concorda com isso é uma pessoa absolutamente infeliz. Por dentro e por fora. Uma pessoa seca.

Não levanto a bandeira da banalização do amor (porque tá assim, fulano namora hoje e amanhã tá amando).

But:

Como vou dizer que sou apenas acostumada com meu pais??? Que se um dia, eu sair de casa, não vou sentir a falta deles? Só por causa do costume? Não, porque os amo, porque são tudo pra mim, e apesar de não viver fazendo declarações de amor ou de dizer "te amo" ao final de cada ligação, como algumas amigas fazem, eu os amo por demais e isso não se explica de forma alguma.

Como vou dizer que sou amiga de fulana, ciclana ou beltrana, somente por causa do costume? Se fosse assim, minha melhor amiga não seria hoje a melhor, porque mora longe de mim. Amo ela, amo os momentos que vivemos, as lembranças, me preocupo, tenho que falar todo dia no msn ou então deixo "bafão" por depoimento no orkut.

Como vamos dizer que estamos namorando alguém apenas pelo costume? Até acredito que ao longo dos anos de convivência, existe o costume, a rotina, mas antes disso acontecer, o que uniu de concreto, esse relacionamento??? O amor, só pode ser ele. Só por causa dele a gente vê defeitos na pessoa, mas continua amando. Exagera algumas vezes, mas o amor persiste. Briga, mas o amor apazigua o coração. E se um dia houver duvidas, jogue as cartas na mesa e reavalie tudo isso.

Como vamos dizer que não existe amor pelos nossos filhos, netos, familia, amigos, vida, companheiro, bichinho de estimação, entre tantas outras coisas???

Se vcs responderem que é por causa do costume, vou mandar internar!

;)

26 comentários:

Wilian Bincoleto Wenzel disse...

[1º à comentar - hehe - acho que sou seu leitor predileto - =P]

Tudo o que disse à respeito do amor é muito real, ainda mais na parte "Só por causa dele a gente vê defeitos na pessoa, mas continua amando. Exagera algumas vezes, mas o amor persiste. Briga, mas o amor apazigua o coração. E se um dia houver duvidas, jogue as cartas na mesa e reavalie tudo isso."

Eu já fiz isso, por isso estou falando. Mas graças à Deus reconheci o erro! (A)'

Pra você ver que todos os nossos atos tem um peso na sociedade. Quem diria que uma simples conversa de senhoras resultaria em um post que abriria os olhos de muitas pessoas em relação à amor.

Boa Semana! ;*

Juliano disse...

Com certeza é por causa dos costumes ! oaskdoaskdasodkasdk Brincadeira...!

É óbvio que o amor existe, eu nem precisarei citar exemplos disse tudo, por que o que você disse sobre pais, amigos e familia são tudo. São tudo por causa do amor que sentimos por eles, e se o amor não existisse e fosse algo imposto pela sociedade não ia ter tanta gente com o coração despedaçado. " yes is my "...

Bjoooos Rê e boa semana pra você !

Juliano disse...

Ahh tem selinho pra você la no meu blog !

Bjooos Rê

Desabafando disse...

Olha, eu concordo com sua maneira de pensar...eu ainda acredito no amor, acho que não é um costume e espero morrer acreditando nisso! Eu tb amo minha família, meus amigos, meus bichinhos...e isso te garanto que nao é por costume...é um sentimento grande!

Desabafando disse...

ah, e depois eu volto pra ver o desafio...rsrsrsrs...

Eu sou o GOOGLE disse...

Quem um dia é mãe tem a certeza do amor...quem é filho de verdade - não Richtoffen- também!
Quem tem um amigo alma gêmea, quem adora animais e sabe o companheirismo inigualável deles. Quem já amou um parceiro altruistamente...enfim, eu sei que ele existe. Eu acho que existe intensidades diferentes, e deviam existir outras palavras, ou amor - (palavra composta), para descrever os diferentes tipos de amor possível. Pois eles são sentidos diferentes, e podem ser vividos das mais diferentes formas. Mas é um sentimento lindo.

bj

Leo Yk disse...

Yoo! (^o^)/
Ihh Rê, talvez ela tenha dito isso porque esta desacreditada no amor.Talvez esteja infeliz no amor e queira passar sua frustração aos outro..eu acho incrível a capacidade que algumas pessoas tem, de absorver as coisas negativas dos outros como uma esponja.Quando alguém vem com papo baixo astral pro meu lado, eu contra ataco com um monte de coisa que me faz felizm coisas alegres....das duas uma - ou a pessoa sai a procura de outro ouvinte, ou absorve a minha energia positiva.

O certo pra essa senhora talvez, seria uma terapia de casal....rs
bjs

Luna Sanchez disse...

Rê,

Amor é sentimento, não se pode dizer que se convive com as pessoas que se escolhe conviver apenas por costume.

O que talvez elas quisessem dizer, é que a constituição de família, de laços e vínculos, seja uma norma social.

Por exemplo : uma mulher de 30 anos, mais ou menos, raramente escapa de perguntas do tipo "Por que não se casou ainda?". "Não pensa em ser mãe?", e outras do gênero.

Beijos,

ℓυηα

Encosto de Bette Davis: disse...

O amor é eterno o que muda é a pessoa. heheheheheheh

CooKie disse...

O.O
ah!
que mulher mais sem vida essa aí!

o amor é td nessa vida!

A Menina Perdida disse...

Claroo que é por costume... pelo oq mais seria????

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Claro que existe amor, isso tudo que vc ouviu sinceramente foi a pior coisa que c podia ouvir rsrsrsrs mas pior que existe realmente pessoas que acreditam nisso. Infelizmente.


Porem quem dera o amor fosse um costume, se o fosse simplesmente se desacostumava e pronto cabo, bem mais facil do q "deixar de amar"...

La Sorcière disse...

Eu vou escapar da internação porque sou apaixonada pelo amor!!! Amo amar!!!Acredito em vários tipos e formas e possibilidades de amor!!!! Pelos meus pais, pelos meus amigos, pelo meu filho (loucamente), pelo meu marido, pelos meus livros, pela minha profissão....nada é por costume, mas por um delirante e renovado amor!!!
Que triste seria se eu pensasse diferente disso!
Um beijo para vc minha delicada bailarina saltitante!!!!!

Felicia disse...

Costume ???
Nossa, como tu falaste, pessoa seca.. praticamente uma uva passa ! E passou mesmo, a vida pra ela. Ou então ela que acorde e veja que tem vida em volta.
Amor ? Já citei em algum dos meus post's sobre isso. Não sei se já senti amor por um homem e se o que senti é o sentido do amor.
Mas o que sei de amor, é o que teu pai, tua mãe te dão só de tu falares, esboçar um voz frágil pedindo colo ! Uma voz embargada, pedindo afago e sem pensar como, quando, ali está um ser ao teu lado sem nem abrir a boca.
Amigo que ao primeiro estalar de dedos, de perto ou de longe (sim, porque um email encorajador também é valido) de dando uma palavra de apoio.
Enfim, acho que amor tem vários signficados. Alguns deles, já sei.
Possivelmente esta pessoa deve ter se acostumado a fechar os olhos para o mundo a sua volta.

Yumi disse...

^^

Nossa, vc falando de ballet me lembra minhas aulas de karatê que eu fiz por três meses e vi como eu estava velha e sem elasticidade... Pq meus pais não me colocaram pra fazer karatê qdo eu era mais nova??? kkkkkkk

Qto ao amor, bom... É claro que qdo vc está há mto tempo com uma pessoa, pode ser que acabe o amor e fique só o costume... Mas aí é que esta o segredo, como manter o amor sempre renovado???


x]]~~

Renata disse...

Oi Rê!!!vou comentar em duas partes:

1-Temos mais uma coisa em comum....amo ballet...fiz quando era criança e fiquei quase...melhor nem comentar o tempo, parada, voltei no ano passado e olha que já tenho dois filhotes, mais foi muito bom...fez muito bem a minha alma...aproveita bastante viu.

2-É claro que o amor existe....de várias maneiras e em vários graus....amamos muito e amamos pouco, amamos os pais, os amigos, nossas escolhas, mais principalmente amamos a nós mesmos, pois só quem ama a si, pode amar algo ou alguém.

Bj

Mariane disse...

Rê..em primeiro lugar não desista do balé, adorei, eu queria muito fazer mas aqui na minha cidade falta um lugar gostoso para ter aulas! Segundo, adorei seu post, adorei o jeito que escreveu...

Beijos!!!

Tiago disse...

Cantarolei Camões ao ritmo de Legião ao ler o post:

"Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?"

Já o costume: o costume é um saco...rs

Fiquei curioso pra te ver vestida de bailarina, faz um post com umas fotos e tals...rs

Beijinhos...

Dessa disse...

Amor é o único motivo pelo qual vale a pena ficar junto.
Adorei o post

TPM Aguda disse...

Meeo! Essa senhora deve ter tido o casamento arranjado, só pode. Vai ser amarga assim no inferno. ¬¬
E por mais que eu nunca tivesse amado, sempre ia incentivar as pessoas a acreditarem no amor, porque só dessa forma conseguimos seguir em frente. Se tudo fosse questão de "costume" como ela afirmou, não existiriam separações, brigas e outros.
Que infeliz ela deve ser. Fiquei com dó agora.

:*

La Sorcière disse...

Vc ri????? Eu choro com minhas trapalhadas financeiras!! huahuahua!!!! O duro é escapar do meu marido e não deixar rastros ou provas dos gastos, sou expert nisso!!!!!
Bj querida ;)

La Sorcière disse...

Ahhhh sobre este post ainda....viu como todo mundo acredita no amor????

Dea アンドレア disse...

Rê, essa senhora com certeza é infeliz, coitada.
Obrigada pela visita...Já estou participando do seu. Volte qtas vezes quiser ao meu blog :)
Bjos carinhosos -^^-

Ma Folie Design by Guta disse...

Oi florzinha, gostaria de convida-la a conhecer meu bloguito :)
espero q goste
bjokas guta

Laritz disse...

Quem diz que amor é costume é pq nunca amou de verdade. Eu acredito sempre no amor, é algo que não consigo viver sem! Beijos!

Stylosophy disse...

Putz, logo vão dizer que sentimento é algo imposto pela sociedade...na realidade o ser humano só precisa de dinheiro, comida e sexo...quase um bicho a não ser pelo dinheiro.
Bjins.

Madame Mim disse...

Costume? Que sem graça...
Não sei se um dia vou acreditar que casamento é bom...mas o amor é o melhor da vida, mesmo.