sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Traumas


1995. Professora manda um grupo de alunos fazer um trabalho em grupo. Uma das alunas, totalmente anti-social, (leia-se: não sabe interagir com ninguém, a legitima entra muda e sai calada em versão miniatura) pega seu caderninho encapado com papel de presente dos Ursinhos Carinhosos, com a coleção de canetinhas hidrográficas Neo Pen, lápis de bichinhos e canetas BIC.

Sentada e calada, espera pra ver quem irá se juntar com ela para fazer o tal trabalho, já que não tem voz pra perguntar nada. Espera uns minutos, ninguém vem e a professora (mediadora da situação solitária) manda uns alunos sentarem com a aluna muda.

Lá pelas tantas, aluno imbecil fala pra aluna muda:

- Me empresta essa tua caneta.
- Tá no estojo, pega.
- Nem precisa, vou pegar tuas pernas de cambito, porque é igual a caneta BIC, só falta a tinta.

Aluna muda chega em casa, põe no lixo todas as canetas e a mãe não entende o porque.

2009. A aluna muda, hoje uma pessoa sarcástica e memória é o que não lhe falta, chega em um cartório e reconhece o aluno imbecil de 14 anos atrás. Fica quieta na fila do cartório. Passa pelo imbecil e eis que o imbecil tasca a mão no seu ombro e diz:

- Oi, tu estudou comigo, !
- Aham.
- Tu lembra de mim??
- Sim.
- Sério? Bah eu me lembro de ti do col... (a muda-sarcástica interrompe)
- Sim, lembro, que tu me pediu emprestado uma caneta BIC e disse que não precisava já que minhas pernas eram iguais a uma caneta de tão fina.

O imbecil ficou roxo/amarelo/azul/verde/rosa e ficou me olhando estupefato. Sem saber o que dizer.

E eu:

- É que eu precisava desabafar sabe (a loca acha que tá no divã), naquela época eu não te falei nada porque era uma criança idiota, mas precisava te dizer que por causa disso eu passei o resto do colégio usando duas calças, só porque tu me disse que minhas pernas eram uns cambitos de tão fina.

Imbecil:

- Bah desculpa é que a gente era criança, e criança é maldosa, mas hoje tu não chega nem perto de ter pernas de cambito, tu ta muito bonita. (ah que meigo)

Eu:

- Ah obrigada. Bom, tenho que ir!

Imbecil:

- E tu, não vai me dizer nada? Nenhuma novidade? O que achou de mim? (PAUSA: na época ele se achava o Don Juan, todas as menininhas gostavam dele, era o galãzinho do colégio).

Eu:

- Ah sim! A novidade é essa intimidade, pois no colégio tu nunca falou comigo. E de ti, pra tu estar me perguntando isso só posso concluir que tu é uma pessoa carente por elogios. Tenho que ir, porque to atrasada! Legal te ver e desabafar numa sexta-feira chuvosa.

Geeeeeeeeeeeeente, me senti tão aliviada! HAUHAUHAUAHAUAH! Isso que dá ter traumas de infância.

26 comentários:

☆ KHC - Káh.Kau ☆ disse...

Mto 10 sua iniciativa com o carinha agora. Na infância sofremos bastante na escola, né? Eu tb era mudinha que só, mas, ainda bem que tinha bastante amigos mesmo assim, agora que tô mais sozinha...olha o trauma...kkkk
bjoks querida e bom fds!

Juliano disse...

Nossa tu jogou na cara dele literalmente.! Isso foi legal. Que desaforo ainda queria saber as novidades, e elogios. Bem a tua iniciativa foi muito boa, por que você conseguiu constranger ele 14 anos depois, Parabéns isso é pra poucos ! Mas acho que as nossas mães encapar os nossos cadernos com papéis de presentes também foi um trauma, pelo menos pra mim..! A minha adorava fazer isso !

Bjoooos RÊ !

La Sorcière disse...

Ahhhh....a vingança é um prato que se come frio mesmo....mas na verdade, a vingança foi um prato que vc praticamente quebrou na cabeça dele!!!!! huahuahuahua!!!! Meu apelido no primário era pernalonga...eu era tão magrela que parecia que tinha vindo direto de Biafra...
Eu sei o que vc sentia...e imagino o que vc sentiu hoje!!!!!
Bj :)

Eu sou o GOOGLE disse...

tOMA NAS FUÇAS...COMO A VIDA DA VOLTAS NÉ...ONTEM EU FUI NA APRESENTAÇÃO DE DIA DOS PAIS DO MEU FILHO, E VI UM QUE NÃO ME ERA ESTRANHO...QUANDO ELE DISSE O NOME EU LEMBREI NA HORA QUE ERA UM DOS CARAS MAIS LINDOS DA oSWALDO, NA ÉPOCA DOS gRUNGES ERA PONTO DE ENCONTRO, MAS TÃO LINDO QUE ERA MODELO DA C&A, DAÍ SO OLHEI, DE CABELOS BRANCOS, MEIO BARRIGUDO, TRAÇOS BONITOS ETC...PENSEI, EU TO INTEIRA PERTO DELE, ELE NEM ME OLHAVA, ONTEM OLHOU, E COMO! E EU PENSEI...HEHEHE...O MUNDO DÁ VOLTAS...E COMO DÁ...BJ AMEI A RESPOSTA.

Deni Maciel disse...

o tmpo passa o tmpo voa e a carcada na pessoa continua numa boaaa.
nossa q desgraça é essa q eu to escrevendo =/;/
kkkkkk

bom mas curti o texto kkk.
uma pekena lição de vida...

passando pra desejar um ótimo fds.
não pegay gripe A....
e desejar um feliz dia da carga de caneta vermelha!
abraçoooo;

www.bocadekabide.blogspot.com

Tray disse...

Há adoroo essas coisas, ja fiz issu me senti mega aliviada de ver a pessoa ali se culpando por nao ter me conhecido melhor
bjuuus boa sexta ;)

Luna Sanchez disse...

Rê,

Antes tarde do que nunca, né?

Rê 2 x 1 Imbecil

Ahahahahaha

Bem feito pra ele! \o/

ℓυηα

Desabafando disse...

Amiga...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk....ri demais com seu post....ri mto mesmo....ah, eu tb tenho alguns traumas de criança e juro que fiquei com vontade de fazer igualzinho vc um dia desses! Eu tb fui uma criança anti-social, entao me identifiquei totalmente...eu sempre era a última a ser escolhida. Queria ter visto a cara do garoto....ahahahahah....juro que queria! Ah, e minha neurose de usar tudo até o fim, tb se aplica a outras coisa, tipo lapis, caneta...etc...então no trabalho, achavam que eu era maluca de usar toquinhos de lápis...rsrsrsrsrs....mas eu tento controlar isso tá!

Nine disse...

Ahaha... Adorei o teu diálogo "cala coleguinha imbecil do colégio, que cresceu e continua imbecil", muito bem! Deve ter te dado uma paz depois... hahaha

Sobre o Carolina, o 212 Sexy também é minha paixão, sabe... Mas estava a tanto tempo atrás do Carolina, que não resisti, pra matar as saudades.

Bjoooooo

Rachel Chagas disse...

Oi Rê!! Cheguei aqui hoje e, já me apaixonei!! Tô lendo esse seu texto aqui agora e, achei a MINHA CARA!! Se não se importa, vou ver se posto logo mais uma dessas minhas experiências no meu blog, infelizmente, aproveitando o seu desabafo. Mas, acabei me lembrando de vastas experiências.
Minha filha, somos apenas mais alguns exemplos, não vê a Gi (minha amiga e, grande modelo)?! Era magricela, se achava feia e, hoje tá aí?!
Bombando!

O que tirei de proveito de tantos traumas de infância é que, um dia, eles vão servir pra alguma coisa boa nessa vida.

Adooooooooooooroo!!

Amei seu blog mesmo!

Um beijão, fica na paz!

haphisa disse...

GENTE DO CÉU
perfeito, essa sexta-feira eu também quero pra minha vida uhahauhuahua
adorei mesmo, eu fico imaginando a cara de idiota do retardado que cresceu mas continuou um retardado rsrs

Jé L. disse...

Rsrsrs... Gostei, que bom que teve a chance de desabafar, rs.. Tenho umas coisas engasgadas também até hoje.. rs

Cuide-se, beijos! ;)

Encosto de Bette Davis: disse...

Guria tu não é gente não! Me mijay! hauhauhahauhauhauhauhauahuahauh
Mas é assim mesmo se o mundo fosse assim cheio de pessoas que resolvem seus traumas na maior simplicidade a psicologia não iria existir e eu ia ter que fazer engenharia civil! hhhauhauha beijossss

Claris disse...

HUAHAUAHAUAHAUAHAUHAUAHUAHAUHAUAHUA

Noossa.. Ri muito e adorei a sua iniciativa. Com certeza eu faria a mesma coisa. E cara convencido, já queria te paquerar. xD

Bjão.

deleyga disse...

Nossa, eita memória menina... pensei que essas coisas só aconteciam comigo..rss

Mas tá certa, acho que eu também teria aproveitado a oportunidade pra dar um corte, às vezes as pessoas falam coisas que tem um impacto enorme na nossa vida. E essa justificativa de que pq ele era criança não cola, pq crianças são pessoas e pessoas sabem o que estão fazendo.

beijos querida

Boa semana!

;**

Mônica disse...

hahaha boa! Se um dia eu encontrar alguns colegas ... não vai sobrar pedra sobre pedra!


bjos

P.S deve dar um alívio mesmo!

Leo Yk disse...

Ahhh Rê...tadim...haushausahaa!

Tadim nda.....ahuahsausha
Queria ter visto a cara dele....é bom né...a vida é incrível..ninguém impede ela de unir ao acaso novamente as pessoas...nunca se sabe o dia de amanhã...xD

Qdo tu começou o post, achei que ia falar de uma terceira pessoa...
Mas adorei o post!
bjss

Kesy disse...

hauahuaahauhau ADOREI!!!!
Menina, que grande oportunidade a vida te deu de sair po cima!! Que bom que vc é corajosa!! Eu ainda faço parte do grupo das idiotas que não tem a coragem de desabafar assim na lata, e acaba chorando sozinha em casa depois...

Beijos!
Adorei a história!!!

DESASSOSSEGADA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
DESASSOSSEGADA disse...

Tem selo pra você no meu blog

Passa pegar

bjos


"Depois" passo te ler

DESASSOSSEGADA disse...

Meu é serio eu faria o mesmo ou pior eu faria ele ficar com trauma de adulto ahahahaha no minimo eu soltaria um.

Ahhh o que eu achei de você? Acho que não evoluiu nada continua o superficial de antes...acho q seria assim.

Mas que tu mandou muito bem MANDOU.

Bjos

Mariposo-L disse...

Leagl, e com uma final feliz, já pensou se o trauma de infancia transformace a garota anti-social em uma serial killer de canetas bic ???? kkkkk

bjs :)

Tenho um selo para vc lá blog , fique a vontade para pegar ou largar :)

Barbarella disse...

hauhauahuahauhauhauahauhauh!!!!
Adorei! Já passei por isso...e é uma sensação maravilhosa!!! Já percebeu que todos os lindos e gostosos do colégio viraram um babacas e as gostosas embarangaram ??? A vida é ironia pura !!!
Bjs

pequena disse...

Ai amiga rss tbm não tenho paciência com gente burra rsss

bjocas flor e bom fim de semana1 tem vários posts aqui rss vou tentar ler todos e comentar todos tbm tá rss

boa semana miga flor! xerim

Tiago disse...

Ah...nada como um dia após o outro!!!

Pica-pau rules 2 - A missão!!

Juro que não tinha visto a foto do Pica-pau ao fazer o comentário no post anterior (entrevista de emprego)..."transmimento de pensassão"...rs

Beijos!!

Yumi disse...

^^

Eu tenho taaaaaaaaaaantos traumas de infância, mas acho que ainda sou a garota que entra muda e sai calada xP


x]]~~