quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Olhe o seu nariz!


Daí que tô disponível p/ mercado de trabalho, porém com muitas tarefas. Porque não é fácil dizer pra pessoas ignorantes que estou fazendo um curso pela tarde...  também não é fácil dizer que depois disso tenho aula de natação e hidroginástica... vamos excluir daqui o fato que pós-aula como que nem porca.

Então que não é fácil, simplesmente, porque as pessoas te olham que nem et's. Sim. Porque fomos ensinados que uma pessoa ao atingir a maioridade deve se sustentar, trabalhar e melhor ainda... não pode ter tempo pra nada, pois isso é sinônimo de que a pessoa trabalha muito, vamos excluir daqui o fato de que a grande maioria das pessoas que trabalham em lugar fechado ficam vagando pela internet, mas OK, está em um ambiente de trabalho, é assalariado, é um trabalhador brasileiro, acorda cedo pra que Deus ajude, então isso totalmente tolerável pra sociedade.

Now, vai tu na cara de pau dizer que sim, tu está desempregada, que no momento tu não está procurando trabalho, que tu está fazendo um curso de tarde e que depois desse curso tu cuida do teu corpo ou ao menos tenta fazer dele uma capa de revista, não dá néam??? Isso não é nada tolerável pra sociedade. Isso chega a ser uma afronta.

Não quero desconsiderar aqui o pessoal que acorda cedo, que pega bus, trêm, tem 1h de intervalo pra almoçar correndo e quando pensa em fazer o número 2, não dá, tem que abortar a missão porque está muito atrasado e precisa voltar ao batente. 

But, o olhar das pessoas, num primeiro momento, quando tu fala que está desempregada é aquele olhar de pavor, de terrorismo, meu Deus e agora... mas se eu emendar o fato de dizer que não estou procurando emprego no momento... parece que a pessoa na minha frente tem um distúrbio de personalidade, é outro olhar, outra compreensão.... "ah, é uma nojentinha", "ah tá perdendo tempo de procurar algum emprego", "ah vive dos pais, que horror", "quando chegar aos 30 vai se arrepender", dá pra ver claramente no rosto tomado pelo distúrbio psicologico da pessoa.

Isso tudo porq... porq fomos acostumados a isso, a vida nos ensina isso e também ensina que a pessoa que tem um suporte atrás de si (pai e mãe) é uma mal acostumada, uma pessoa que não sabe fazer nada, uma pessoa imatura, tem tudo de mão beijada, enfim... todas essas bobagens psicologicas que vão cair no divã de terapeutas. Porque me parece que o normal, é ter pais loucos, que os filhos ao atingirem a maioridade são jogados lá do alto das árvores pra viver a vida que nem pássaros e muitas vezes sem saber voar. Porque se pai e mãe ajudam, é uma afronta a toda independencia!!

E daí que eu posso estudar? E daí que faço natação? E daí que me cuido? E dai que posso fazer aula durante a tarde e acordar a hora que eu bem entender? Por um acaso eu disse que isso seria vitalício??? Não. Então vamos olhar cada um pro seu nariz antes de sairem por aí julgando os outros como a sociedade hipócrita em que vivemos nos ensinou.



44 comentários:

Eu sou o GOOGLE disse...

Ohh yes, é ser uma pessoa que trabalha muito realmente é sinônimo de pessoa boa e de caráter...pode crê.

Adoro gente bisonha!!! Gentemmmmmmmmmmm, eles sempre acham que "default" é tudibom.Me matam de rir!

Faça diferente mesmo Rê, eu saio correndo do Vale e vou cuidar do meu corpicho, sim e vou no bar do Antônio a hora que quero comer um docinho; não cumpro expediente, só que me fudi a estudar pra ta nessa vida, de produzo o que preciso, o trabalho é meu, etc.

Pobre de quem não aceita que para chegar no paraíso tem que se quebrar tabus e padrões.

Não esqueça: vence sempre quem ousa.

bjoes

ser original é pra quem pode mesmo

Amorinha disse...

E sabe o que eu acho mais irritante nisso tudo? É quando alguém vira e diz que tu tá vivendo um vidão. Odeio!

Débora disse...

É isso aí colega, cada um com seus problemas, né?! rs
Bjs

Freda disse...

Eu queria taaaaanto poder dar um tempo, to esgotada de ficar trancada no escritório o dia inteiro, me sinto uma escrava, como eu queria ser livreeee!! Eu concordo sim com td o que vc disse, mas eu comecei a trabalhar bem tarde e hj me arrependo muito.
beijinhosss querida
Fre
www.vidapassadaalimpo.blogger.com.br

Bia disse...

Ah... não liga pra esse povo não, faça o que vc quiser e quando estiver com vontade.

Beijo pra tu!

Olhos e pensamentos disse...

Assino onde? embaixo, do lado, em cima e até rubrico...Postei inda agora um texto que diz mais ou menos isso aí, não mencionei o lado social competitivo, mas sentimental, as pessoas só querem competir umas com as outras o tempo todo, se veem alguem de alma livre marginalizam...vai pra Pqp!!

Lorena Portela disse...

uma vez a giovanna antonelli falou uma coisa ótima numa entrevista que tem mais ou menos a ver com o q tu escreveu:

"eu tiver sido magra durante toda a vida e gorda por 1 ano, que mal tem nisso? é uma situação temporária, que depende de muitas circunstâncias..."

enfim, é isso aí!

nós sabemos que uma hora o emprego vai rolar e ninguém tem nada a ver com isso.

beijo rê.

Luh* disse...

Aih concordo com vc, tipo mal terminei o ensino médio e vou começar a facul ano que vem e já querem que eu arume o primeiro emprego, mais tenho minhas atividades d fora tb que não batem com horário para trabalho!
odeio quando dizem q tô com vidão! ¬¬

beijos

Desabafando disse...

Amiga...assino embaixo de tudo qeu vc escreveu. Vc sabe muito bem que estou numa situação bem parecida com a sua e tb detesto esse tipo de gente sabia? Tanto que eu procuro viver minha vida e não dar explicações a ninguém. Se a pessoa pergunta como vai o trabalho eu digo que sai. Aí vejo essas caras. Se a pessoa não pergunta tb nõa fica sabendo.

Pior é aquele tipo de gente que fica dizendo: mas porque vc não está trabalhando? mas está difícil arrumar outro porque? não tem aparecido entrevistas? vc está recusando todos? o salário oferecido não está agradando? e por aí vai...aí se vc fica zangada com o tipo de comentário que ouve a pessoa acha que vc está deprimida por estar sem emprego e se põe a dizer: não fica assim, logo aparece outro...oh gente sem noção! Corto logo o assunto, ninguém tem nada a ver com isso.

mas sim, somos condenadas por nossa atitude, porque estamos felizes mesmo sem trabalho. Concordo com vc que isso não será vitalício, mas vamos fazer o que enquanto não arrumamos outro não? Viver da melhor forma que pudermos....rsrsrs...e dane-se o que pensam de nós!

Desabafando disse...

e concordo sobre mais uma coisa, tem gente que diz que está trabalhando e se põe a te condenar, mas quando vc vai ver qual o trabalho dela descobre que a pessoa passa o dia na internet enrolando no serviço ou até que por falta de serviço fica a toa o dia inteiro trancada num lugar que não gosta.

Desabafando disse...

ai ai...esqueci de dizer que tem selinho pra vc no meu blog..rsrsrs

MULHER BÁSICA disse...

HAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUAHUAHUAHUAAHUAHUAHUAHAAA... bem, posso dizer q meu macho superior tem 45 a até hj o pai deve dá uma ajudinha...rsrs...
Eu tb parei de trabalhar formalmente, mas me viro na minha graninha e toda hora tem alguém querendo falar mal, mas de uns tempos pra cá eu mando todo mundo se piiiiii e ir pra piiiiiii...rsrs
Nem ligo mais...rsrs
Bjão

Luna Sanchez disse...

Rê,

Mas o que mais tem no mundo é gente querendo se meter, saber e dar palpite.

Se Deus nos deu a vida, é para cada um cuidar da sua, né não? ¬¬

Beijos, flor.

ℓυηα

Rachel Chagas disse...

GEnte, eu amei esse texto seu, apesar de você ter deixado claramente que foi um desabafo (quase desesperado, ou tô viajando?). Ah, por falar nisso, o segundo parágrafo foi pra mim, no tempo em que eu trabalhava. Agora estou como você, à deriva e, quando perguntam, falo mesmo, "tô aproveitando e 'tirando umas férias',- coisa que não fazia desde o meu primeiro emprego - melhor coisa que estou fazendo na minha vida agora!"... o povo olha meio torto sim, já reparei, mas não ligo não. Cago e ando pro que pensam de mim.
Sem contar, né Rê, que eu me matriculei num curso, que começaria em setembro (final), ou começo de outubro e até agora, NADA, por que ainda não alcançaram a meta mínima de alunos.
E como não faço ginástica, nem nada... estou realmente de bunda pra cima.
Tava feito louca procurando emprego no começo, mas tô vendo que não e tão fácil, então, me despreocupei mais e, quando tiver de ser, vai ser. Lembrando que, eu não disse que tô de braços cruzados tá, povo?! uhauhauhauahua
Isso é a vida, te dou a maior força, aproveita mesmo, vai na fé e boa sorte pra nós nessa vida chata de gente grande, seus complexos e cobranças!

Beijão e foi mal o texto enorme! :)

D i c a disse...

É uma tortura quase.
Odiava dizer que não tinha trabalho, era motivo pra me envergonhar. Isso prq as pessoas queriam que eu me sentisse menor por isso.
Confesso que demorei um pouco pra ter meu primeiro emprego, e felizmente meus pais nunca me recriminavam por isso. Só falava que qto mais tarde eu começasse a trabalhar, mais tarde eu deixaria de trabalhar.. Por isso resolvi logo correr atrás do prejuízo.


Beijos!

Luiza disse...

Você disse tudo o que eu queria dizer. Hahaha.
Eu faço faculdade a tarde e não trabalho.
Até pq aonde a gente vai arrumar um trabalho decente de manhã ou a noite? muito dificil ...
E porra ! Se vc não precisa, se você não tem necessidade disso, se você não quer o problema é seu !
Mas neguinho não quer nem saber, o que todo mundo quer é falar dos outros !
É FODA ! ¬¬

On The Rocks disse...

ah, não ligue pra essas coisas. logo, logo, estaremos empregados! (hahaa)

bj

Leo Yk disse...

Oi Rê....
Tai, concordo totalmente contigo...essa coisa de viver aos olhos da sociedade....
O mundo é assim né...eu sempre acho que no fundo não existe liberdade.Vivemos assim, na maior parte das vezes, fazendo e agindo as regras do mundo....experimenta sair por ai fazendo e falando o que der na telha né...falam que vc é o errado e dependendo, até que esta incorporado com o diabo...
rsrs

bjss

Gabriela Castro disse...

Cada um com os seus problemas, ou com as suas soluções, né?! hehe
Eu, embora trabalhe e estude, tem gente que ainda fala que levo um vidão, que sou mimada por morar com meus avós. E dai se eu posso? Rs
Se os pais não fizerem essas coisas pelos filhos, vão fazer por quem?
E respondendo a sua pergunta, a história do meu último post é verídica sim. É minha :/
beijãoo

A Menina Perdida disse...

onde jase viu ficar sem trabalhar heim q feio
rsrsrrsr esse posto de desempregada é só meu..

Concordo prenamente as pessoas olham com uma cara qdo dizemos q nào trabalhamos... ai só fik a pergunta e elas q nos sustenta/ NÃo ENTÃO ACHO Q DEVERIAM CUIDAR DAS PROPRIAS VIDAS..

Ana disse...

Rê...uma palavra pra quem critica as pessoas que podem contar com o respaldo da família: DESPEITO!
Pq olha, PODER errar, PODER tirar um tempo pra refletir melhor é pra poucos, viu, gata? E, se vc aproveitar isso com bastante parcimônia, ninguém te segura não!
Tudo nessa vida tem lado bom e lado ruim...O lado ruim de não PRECISAR trabalhar (no sentido de ou trabalha, ou não tem teto nem comida) é o medo. A gente é mais "cuzão" sabe? Quem PRECISA de fato, sente a água batendo na bunda e sai nadando na direção que dá, sem pensar se vai dar mesmo.
O importante é vc APROVEITAR as suas oportunidades e não se acomodar. Pelo que vc conta, vc está super no caminho certo...então...toca aqui O/
beijão

La Sorcière disse...

Dou a MAIOR força para vc! Aproveita TUDO o que der, pq depois, é como vc falou....nem lembro de quando fiz o nº 2 com calma....
Bj

Michele disse...

Oi Re,
realmente existem pessoas que não se enxergam, não é mesmo?! Te entendo perfeitamente.
Então menina, com relaçao ao selo Veja Blog, pelo que sei você deve aguardar um contato do Dário Dutra (Veja Blog), ele vai enviar uma msg no seu blog, dizendo que foi selecionado, daí quando ele te enviar esse recadinho, vc posta o selinho.
Um super bj.

Mônica disse...

Ah, eu morro de preguiça desse pessoal que adora dizer que estar morto de trabalhar, estressado, sem qualidade de vida. Acho que morrem de inveja de quem pode dedicar um tempo pro estudo, pro lazer e pra cuidar do corpo, né? Tudo é importante. Aproveite a oportunidade e não dê a menor bola pra essa turma... ;-)
bjk

Sà-lamandra disse...

Ai guria, e tu te irritas com esse povo que só sabe encher os olhos, num é de horror naum, é PRAZER maledicente, vergonhosos são eles que adoram vibrar com a miséria alheia ou qualquer coisa fora do "padrão", mas se você for lá xeretar na vidinha mansa, direitinha deles, vai encontrar cocô pelo caminho, chifres rolando pela escada do prédio, pequenos roubos e furtos, que se fosse contigo, te fariam a pior das mulheres.

ODEIO gente medíocre, num é a toa que Blog m,eu e de Vennus chama-se Las Miserentas, um alerta ao pequeno mundo mental.
Manda pastar Re"!@@@

Fernanda disse...

Ixxxxxxiiii... hJ TE vi nervosa!
Olha! ultimamente, não tenho dado ouvidos aos que ficam me criticando ou dando opiniao na minha vida!
Quero mais que ele se explodam... hauahauahaua
(desculpe...)
Mas, comoia dizendo... deixe a opinião alheia pra lá!
qdo vc consegur um emprego... vc volta a trabalhar! pronto! chega de stresse! isso envelhece e da rugas!
hauahauahauahauahauahauahauaa!
xD
um beijão!

DESASSOSSEGADA disse...

Hoje a tarde fiz um comentario aqui e nao mandei???

Zé Cabudo disse...

Da próxima vez que alguém te olhar com essa cara, tenha em mente algumas coisas.

Hoje, a adolescência tem sido prorrogada até muito depois dos 21. Isso vale pra todo mundo, rico, pobre, preto, branco, hétero, homo... e isso é uma coisa boa, porque permite a cada pessoa desenvolver sua própria individualidade e se preparar para a vida adulta com calma. Estou te chamando de adolescente? Não. Estou te chamando de jovem adulta, que é o que você é. Quem não sabe que esta é uma fase difícil é porque ainda não passou por ela.

Ter oportunidades de estudar e se dedicar ao seu aprimoramento profissional não é demérito nenhum. Demérito será se, após todo esse aprendizado, você for incapaz de disseminar seu conhecimento, sem utilizá-lo para ajudar alguém. E quando você estiver no alto da sua carreira e sucesso profissional, você não der oportunidades igual a quem precisar. Isso sim seria demérito.

Ter um emprego ajuda na experiência profissional? Claro que sim, mas este é apenas um caminho possível. Você escolheu outro, que traz outros benefícios tão importantes quanto esse.

Se for pra ficar com raiva desse tipo de preconceito, odeie o quanto for preciso. Fique com raiva até perceber que esse preconceito não faz a menor diferença. Até você ver que absolutamente não vale a pena gastar sinapses com coisas tão pequenas.

Vejo que você realmente maneirou nos palavreado. Gostei de ver. Viu como você expressa bem a sua raiva, mesmo sem palavrão, mantendo seu texto interessante?

Obrigado pelo comentário. Te considero a leitora nº1 do Palpite do Dia. Um abraço.

Lúcia disse...

E não é só porque pai e mão ajudam, pq no meu caso é meu marido e ainda sim recebo os olhares de ets... Amiga, quem pode, pode. Quem não pode se sacode! hehehe
Bom final de semana pra você!!

CooKie disse...

eu simplesmente botei fé demais!!
tipo, adorei!
assim, as vezes o people nao entende que NÓS somos a prioridade nas nossas vidas não o jobs

Renata disse...

oi amiga!!

aproveita enquanto puder...os nossos pais sempre nos ajudarão, mesmo quando estivermos trabalhando...e se nesse momento você pode se dedicar a estudar e se cuidar fico é feliz por você (até com uma invejinha saudavel) e que se dane quem pensar o contrário, pq no fundo estão todos é com inveja de saber que você possui um porto seguro...
Logo chegará um bnovo ano e tenho certeza que irá pintar um emprego legal para você (de preferência um em que você possa fazer o numero 2 qaundo tiver vontade...rsrsrs)

beijos

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Néctar da Flor é um blog que sempre soube receber e retornar seus comentários. Nunca deixamos ninguém, por motivo algum, no silêncio de uma visita quando vem à nossa página. Por esse motivo queremos presentear todos os amigos, que assim como nós, sabem acolher qualquer pessoa que chega com gentileza na sua casa virtual. Sem recriminação, sem preconceito, sem frescura.



Simplesmente porque:



Acolhe com o coração!



Beijos jogados no ar, sempre!



-

Sandrine disse...

bem entendo esse sentimento alien. vivo essa situação de desemprego (mas to procurando emprego, qualquer coisinha pra publicitário tamos ae!) e qualquer coisa que fuja a estudo ou a se afogar em classificados é mal visto.

mas né, que se fodam. não chamei a responsabilidade de representar a juventude trabalhadora desta brasilia, então bora cuidar da própria vida, haha!

Deni Maciel disse...

cada coisa no seu tempo
o importante é se sentir feliz
fazendo o q gosta
se há condições de sustentar essas
chances de fazer mil e uma coisas.
q seja.
\o/
nada melhor como disse de fazer o q gosta.
a vida fica mais leve.
o dia fica mais agradavel,
e não pq nao se trabalha q não há responsabilidades no dia...
claro que há.
com a familia.
com os horarios.
com os ensinamentos.
e afins...
abraço
ótimo fds imendado.
=]

Erika! disse...

Rê! Saudade de comentar aqui!

ahahahhaha...povo cuida da vida q quer ter fia! Sempre assim!

Gd bjooo

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil! - disse...

VejaBlog
Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
http://www.vejablog.com.br

Parabéns pelo seu Blog!!!

Você está fazendo parte da maior e melhor
seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs Premiados -
Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

O seu link encontra-se no item: Blog

http://www.vejablog.com.br/blog

- Os links encontram-se rigorosamente
em ordem alfabética -

Pegue nosso selo em:
http://www.vejablog.com.br/selo


Um forte abraço,
Dário Dutra

http://www.vejablog.com.br
....................................................................

Milena' disse...

Acho que cada um sabe de si, e vive como achar conveniente ou como tiver possibilidade. E acho que qualquer pessoa, se tivesse a oportunidade, faria igual a você. Tudo bem que não é possível pra todo mundo, mas é preciso respeitar as pessoas e não sair por aí julgando.
:*

Glayce Santos disse...

Meu, perfeito! É isso mesmo. Eu, durante um bom tempo, fiz a mesma coisa. Sempre me dediquei aos estudos, cursos... Não precisava trabalhar e nem era cobrada pelos meus pais. Como disse, nunca falamos que era para sempre! Agora tô na correria, mas já tive meus momentos suaaaave...rs Aproveite e nunca deixe de estudar!
beijocas

Gerundino disse...

Nossa... pra falar a verdade eu me sinto muitas vezes como um ET sei lá... isso de se sustentar eu tenho muito na minha cabeça, acho q vem muito dos meus amigos, todos vivem sozinhos e se sustentam e eu continuo em casa.. pra mim é bom, economizo, compro meu carro, pago minha faculdade, tenho minha liberdade as custas do meu dinheiro... maaaaaaaaaassss... sei lá, pareçe q vc é de outro mundo por ser maior de idade e ainda esta em casa.. Isso é chato.

RC disse...

Cada um sabe seu jeito de ser feliz. Ou pelo menos deveria saber.

Michele disse...

Oi Re,
Tem selinho para você lá no blog.
Um bj.

leticiamdo disse...

asuhuhashuashu
ri muito com o seu post! Isso acontece diversas vezes comigo tb...
Eu só trabalho aos sabados e pela manhã...então o resto da semana eu só vou pra faculdade duas noites e o resto dos dias faço "bicos" via computador (banners, convites, sites etc).
E sempre tem alguém pra fazer essas caras de espanto, preocupação ou pra me mandar fazer tarefas domésticas "pq eu trabalho a semana toda, tu só trabalha no sábado" ¬¬
Ou pior, estou lá concentrada fazendo um dos "bicos" no computador e vem alguém me mandar ou pedir (dependendo da pessoa...hashiasih) fazer algo, como se eu estivesse no computador brincando...
Desabafei! asihihsahias
Adorei o post!
Bjuss

Madame Mim disse...

Oi, adorei o post.
Ô povo metido que dá palpite em tudo, né? Na vida profissional, sentimental e o cara** a quatro.
Fico puta com qq coisa nesse sentido, pq eu nunca me meto na vida de ninguém.
Bjão!

Yumi disse...

^^


Pois é amiga... A pressão da sociedade é foda! Mas ainda bem que vivemos no Brasil viu, pq se fosse lá fora, os olhares seriam beeeem piores pode ter certeza! Afinal pra eles lá, o normal é o filho se mandar qdo começa a faculdade numa cidade beeeeeeeeeeeeem distante dos pais de preferência...

Enquanto nós, podemos ter esse suporte afetivo e financeiro até qdo der na telha. Afinal qm é besta de ficar gastando dindin com contas de alguel, tel, agua, luz enquanto pode ficar na casa dos pais e juntar essa grana pra comprar seu próprio imovel??


x]]~~