quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Diário de uma Operadora de Caixa



Namorado locou esse filme no final de semana. A princípio, eu odiei. Sabe aquela cara blasé-nojenta? Assim foi minha cara ao ver ele com esse DVD em mãos feito criança. Não gosto de comédias, aliás... devo ser o único ser no planeta que não acha a menor graça em filmes como "O Maskára", "Eu, Eu mesmo e Irene" e entre tantos outros desse gênero... acho rídiculo... não consigo achar graça de algo vindo de uma sinopse.

Daí que esse filme é a legítima sessão da tarde, umas palhaçadas bem toscas, uns efeitos brega de uma sombrinha voadora, porém... me prendeu total a atenção. Como vcs podem notar na capa, ele diz que o filme é "inteligente e divertido"... pois realmente... de divertido não achei nada, mas achei inteligente, aliás... inteligentíssimo.

A mocinha é formada (antropologia algo assim), a mãe é enfermeira e passou a vida toda trabalhando feito formiga pra poder pagar os estudos da filha pra ela ter um futuro brilhante pela frente (sonho de qualquer pai e mãe, néam). Dai que a mocinha-jeca se forma, e abre-se uma "janela mental"... Sabe quanto tu te forma, alcança um objetivo, não precisa ser faculdade... pode ser um curso técnico, um curso de artesanato, qualquer outra coisa que signifique pra toda a familia que ao finalizar esse "curso" tu serás uma pessoa brilhante? E daí tu cai em si, com o diploma, canudo na mão e deseja terrivelmente ser outra pessoa? Seguir outro caminho? Buscar aquele tal de eu interior que até hoje não sei que merda de "eu" é esse... pois bem...

Mocinha vai ser babá, apos ter concluido uma faculdade. Sem contar pra ninguém da familia (no caso do filme, só a mãe aparece) e então que acontece várias histórias e bla bla bla... finalzinho esperado e bla bla bla... mas tipo:

Gente... eu sempre quis na minha infância ser caixa de supermercado! Eu achava que ser caixa de supermercado seria o Mundo de Alice, a conquista da independencia pelo simples fato de digitar que nem The Flash (na minha época não tinha esse leitor de barras) os preços dos produtos, sempre maquiada, com aquela alegria que só caixa de supermercado e de  loja tem... aquele mundo encantado dos dígitos e pegar o R$ do cliente, dar o troco e dizer "boa noite", "bom dia", "boa tarde"... enfim... e então eu ficava imaginando que numa dessas encontraria o Sr. Principe Encantado, que eu ficaria olhando todos os produtos que ele comprava, daria o troco e ele me convidaria pra jantar, me esperar depois do expediente.

Sei que vcs devem estar me achando uma maluca, HAHAHAHAHA, mas tipo... se eu fosse a personagem do filme... eu daria "tchau mãe, estou indo trabalhar em um grande escritorio de advocacia" quando na verdade estaria arrumando o meu coque no cabelo, todo espichado, toda pintada, e indo digitar os preços dos produtos escolhidos por pessoas que nunca vi na vida, HAHAHAHAH, dando troco, contando dinheiros,vivendo um outro mundo paralelo ao meu que não tenho nem noção de como é... morando numa kit-net com mais algumas amigas auxiliares do açougue do supermercado, tendo como vizinha a cortadora de presuntos e a estocadora de enlatados... enfim... viajei total...

Mas quem aqui nunca quis ter um dia de uma vida que a gente nem sabe direito como é, mas quando criança achava o máximo... hein, hein...









40 comentários:

Tay'' disse...

Aaah, eu adoro filme de comédia *-* //apesar q eu não axo graça na maioria deles.
Eu nunca tinha ouvindo falar nesse filme "O diário de uma babá", depois eu vou procurar ele pra assisti.
Bjus ;*

☆ Káh.Kau com limão ☆ disse...

Sempre sonhamos tanta coisa né? Só qdo crescemos vemos que tudo era só sonho mesmo e que a realidade é duraaaa...eu assisti esse filme, gosto de comédia, a vida já é tão difícil pra nao rir com bobeiras...rs
bjoksss

Desabafando disse...

ri muito do seu post e fiquei morrendo de vontade de assistir o filme.....rsrsrsrs...mas por outro lado entendo perfeitamente principalmente pq me identifiquei totalmente com uma frase sua: " E daí tu cai em si, com o diploma, canudo na mão e deseja terrivelmente ser outra pessoa? Seguir outro caminho?" rsrsrs....tem horas que eu tb quero ser outra pessoa...e que penso que deveria mudar radicalmente meu caminho! kkkkkkkkkk....que bom que não sou a única com essas ideias doidas...rsrsrs....

Sobre seu comentário...estou prevendo que vc vai se identifica com meu post de amanhã! Não perca...kkkk...acho que vc vai até achar seu sogro bonzinho!
E sim, todos sabiam que eu era quieta mas ninguém nunca deu importância a isso.

Rachel Chagas disse...

Desculp ter copiado mas, "Gente... eu sempre quis na minha infância ser caixa de supermercado! Eu achava que ser caixa de supermercado seria o Mundo de Alice, a conquista da independencia pelo simples fato de digitar que nem The Flash (na minha época não tinha esse leitor de barras) os preços dos produtos, sempre maquiada, com aquela alegria que só caixa de supermercado e de loja tem... aquele mundo encantado dos dígitos e pegar o R$ do cliente, dar o troco e dizer "boa noite", "bom dia", "boa tarde"... enfim... e então eu ficava imaginando que numa dessas encontraria o Sr. Principe Encantado, que eu ficaria olhando todos os produtos que ele comprava, daria o troco e ele me convidaria pra jantar, me esperar depois do expediente."... só por esse parágrafo, o texto já valeu muito e, tô rindo até agora... gente que coisa engraçada, uahuahauahuaha...

Olha, acho que todo mundo já pensou em ser alguma coisa assim, que não tivesse noção nenhuma do que fosse...
ah, e eu já assisti a esse filme já, não ri acho que hora nenhuma, mas eu parei pra pensar um pouco na vida que aliás, é uma loucura!

Luna Sanchez disse...

Ai, meu Deus...fiquei bege, agora!

Rê, só eu queria ser caixa de supermercado, guria...só eu!!!

Te juro : eu sempre tive muitos e muitos brinquedos, mas o que eu queria mesmo era uma caixa registradora, sabe? (Tô morrendo de rir ao lembrar disso...ahahahaha). Daí que meus pais tentavam me distrair com Meu Querido Pônei, e tal, e nunca quiseram me dar a tal caixa, para não dar força para esse meu "sonho". Rs

Mas eu não me dei por vencida : peguei um pianinho e fiz os números nas teclas, com caneta...pode uma coisa dessas?

Nem acredito que tu também queria ser caixa operadora...que coincidência, credo, dá até medo. ¬¬

Beijos.

ℓυηα

O LOBO de....POTT disse...

O comentári era para este post..
meu bem,vocês estão todas loucas..
um beijo

Dea アンドレア disse...

kkkkk, fala sério Re.
eu queria ser professora, mandava todo mundo sentar e anotar o q eu escrevia na lousa.
Uma ditadora mirim!!
Olha aq não ten nada barato não. Mas é bem mais em conta q ai no Brasil.
Eu só comprei um curvex e sapatos.
Pq ainda quero comprar no Duty Free.
Mas o curvex acho q vale a pena sim, vc sabe qto ta ai no Brasil?? bjinhos

Luh* disse...

Nossa fikei curiosa para ver esse filme!
beijos

Blog da Fatima disse...

RÊ...
kkkkk...guriaaa eu tbem sempre quis ser caixa de supermercado e tu acredita que fui!!!
Nossa, qdo sentei naquele banquinho, na frente da caixa registradora, na minha época tbem não havia código de barra era tudo digitado, me achei o máximo!! A única agonia era na hora de fechar o caixa, as vezes faltava e eu tinha que pagar, mas qdo sobrava eles não me davam pra mim!!! Eu n unca entendia isso!!hehehehehe
Mas enfim que foram 2 anos ali, contando o dinheiro dos outros, vendo aqueles carrinhos cheio de coisas boas, e eu lá, só na massinha miojo rsrsrsrsrs
Mas valeu a pena...foi uma época muito tri!

As respostas lá do Blog serão postadas amanha pela manha! Vai lá conferir rsrsrs

Bjos no ♥

Amorinha disse...

Hahaha, operadora de caixa! Tipo, nada contra, preconceito nenhum, mas é engraçado como nas nossas mentes infantis tudo parece tão encantador, né? Meu irmão diz que eu falava que queria ser caminhoneira, mas eu nem lembro... hahaha
Beijo

La Sorcière disse...

Rê, eu detesto assistir à comédias também. Não acho graça em nada! Minha chatisse é tão famosa, que meu marido e alguns amigos me ligam para contar piadas toscas (a graça é q fico puta e ELES dão risada!!)só para ver minha reação!
Eu já assisti este filme...e não gostei. Achei fraquinho. Mas vc pensou em um lado que eu não havia pensado , quer dizer, na verdade, vc viajou geral!!!!!!kkkkkkkkkkk!!!
Eu nunca quis ser nada assim tão original...quis ser bailarina...Aliás, quando tudo está uma merda em volta de mim e as coisas estão pegando fogo eu uso meu jargão preferido: "porque não fui ser bailarina? agora iria estar dançando e não no meio desta merda!"
Bj

Lúcia disse...

HAHAHAHAHA ADOREI!!

No meu caso, gosto de ser dona de casa, mesmo depois de ter feito faculdade. Meu pai não se conforma, q vontade de dizer pra ele q tô me matando de dar aula manhã, tarde e noite e ganhando 500tão... Realmente bem inteligente a trama.

Cristal - a louca. disse...

Eeeeeeeeei, Grazadeus não sou a única pessoa no mundo a não gostar de comédia!!! Me sentia meio et por isso, agora vejo que existe outras pessoas da minha galáxia aqui. Sabe o que é pior que seu sonho infantil? O meu que era o de não trabalhar e ser rica. Como se "ser rica" fosse uma profissão, saca? Minha mãe sempre ria e falava "num vá trabalhar pra você ver" e realmente a voz da sabedoria de mamis se tornou profética nesse sentido kkkkkkkkk.


Beijundas, adoro seu espaço aqui ^^

MULHER BÁSICA disse...

HAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUAUAUHAUHAUAHUAHUAUAUAUAUAUAHUAUAHAUAUAUAHUAUAHUAUAUAHAAA...Eu queria ser secretária por causa do filme uma secretária de futuro (até já falei disso lá no blog...)
Quando criança a gente tem uma visão sonhadora de tudo e se imagina msm... devíamos manter essa visão eternamente...hehehe
Bjão

Barbarella disse...

hauhauhauhauahuha
Superteintendo!
Eu queria ser lixeira...........hauhauhauaua
ficar o dia todo na rua....mô divertido...
Minha mãe conta que eu gritava quando o camihão de lixo passava:
Eu quero ser lixeira....hauhauahuahauhaua
Ser cx de super é bem mais glamuroso...kkkk
Pior meu filho, quer ser pedreiro....kkkkk
Adoro essa viajadas!

Bjão Rê!

Marcia disse...

Amiga ...
Dê vez em quando uma boa comédia água com acuçar faz bem ... relaxa !!!
vou procurar esta prá assistir ...
Se sabe que eu sonhava em ser garçonete , ficava imaginando colocar aquelas roupitchas combinando e tal , toda bonitona , e que um dia iria encontrar o brad pitt pedindo uma bebida hauahuahuahua pode ? uma coisa dessas ...
viagem de menina rsrsrsrsr!!!

bjussssssssss

Lorena Portela disse...

eu gostei desse filme!!!

mesmo!!

:D

Preta disse...

bom, acho que nos vemos no hospício então ... hehehehe

Luciana Klopper disse...

vou ver o filme com certeza...
Agora sobre o operadora de caixa só tenho uma coisa pra falar:
Vc é uma figura...rsrsrsrs

CooKie disse...

até acho essae filme legal...
:)

Bruna disse...

Aiii muito verdade isso! E esse filme é muito legal, eu adorei! Até porque sou super fã da Scarlett e o roteiro não é infantil! Beijos!

Eu sou o GOOGLE disse...

hahahahahaha, ai Rê, só tu mesmo, hahahahaha, elas carregam na maquiagem e adoro quando a gente ve filme e viaja em mil historas da vida, mesmo que seja uma comédia.

No show do namorado vai estar com flor vermelha atrás da orelha? hein, hein?

bjs

Juliano disse...

Eu sempre quis ser veterinário.! Acho que esse foi e é o sonho de muitas crianças ainda.!

Quase certo que eu vá no Barra dia 19. Vou ir ver 2012.! e sentir inveja de quem for ver a pré estréia de Lua Nova.! (:

Beijooooooos Rê.!

Glayce Santos disse...

...eu já quis ser motorista de ônibus! Eu heim.
tsc tsc tsc já quis, tb, ser engenheira genetica, hj estudo para ser analista de sistema! rs

Bom, eu assisti esse filme! =)
Mas não gostei... Prefiro os meu de terror...rs
beijocas

▒▓█► JOTA ◄█▓▒ disse...

ººº

Bom Domingo!!

Ѽ Beijos daqui Ѽ

Déia disse...

Oie,

Eu tb odeio comédia estilo pastelão, n vejo graça!!

Mas vc sabe, eu adorava brincar de caixa de supermercado, e ontem ví esse livro pra vender rsrsrs me deu vontade de comprar ...

Vou ver o filme, ta? rs
bj

Mônica disse...

Esses sonhos de infância são uma graça né?! Mas o seu é demais!Essa do cara comprando um monte e chamando para jantar!hahahahahahha

Ó eu nem sei ao certo o que eu queria ser, ´so sei que era tipo vida da Barbie... independente,com um trabalho legal, cheia de amigas e um namorado gato!

beijão

***MissUniversoPróprio*** disse...

Ufa! Maratona de posts lidos! Fazia um tempããão que eu não vinha aqui, me desculpa, tá?

Os filmes de comédia atualmente não tem mesmo a mínima graça, tudo geralmente muito apelativo, não gosto também.

Mas se o filme for inteligente, mesmo que não seja engraçado, está valendo!

Eu nem sei como poderia fazer outra coisa da vida, pq desde pequena que eu quero ser exatamente o que me tornei... uma designer! Parece estranho, né? Mas é que tenho um irmão bem amis velho e formado na área, e eu digoa ele que é o 'culpado' disso! kkkkk

Beijos, flor e obrigada pela visita!

Luciana Klopper disse...

tem selinho pra vc

Duanny!. disse...

sou suspeita, gosto de comédias.
mas prefiro dramas, adoro tragédias.
hauahauahauahauahsua..

tava lendo seus ultimos posts, adorei aquele que você respondeu a algumas perguntas.. adorei.

é bom te conhecer assim ^^

Cinderela disse...

eu tenho aversao a comedias principalmente romanticas..nao gosto..adoro filmes de ação suspense e terror se bem que os de terror tb ja nao me colocam medo.
Mas é engraçado essa sua releitura do passado.
Eu quando criança queria porque queria ser professora achava o maximo ...hj em dia eu nao desejo mais nao...imagine ser mal remunerada e ter que dar aula pra um monte de criança mal educada..aff..nao ia rolar rsrs.
bjokas

Ana disse...

Rê, obrigada por fazer de mim uma pessoa mais normal 2 vezes! Primeiro porque também não consigo achar a mínima graça nas comédias estrangeiras. Sou meio chata até pra comédia nacional porque, na real, curto humor inteligente, humor de entrelinhas...E sou MUITO recriminada por não achar Ben Stiler, Jim Carrey e Mr Bean engraçados. Pelo contrário, tenho antipatia total por eles. Gosto do humor do Jack Nicholson por exemplo. Sarcástico e inteligente! É muito bom não ser a única que não vê graça em Chaves por ex!!!!
E, muito bom tb não me sentir freak por ter sonhado durante ANOS em trabalhar na locadora de vídeo! Eu achava incrível ter um trabalho que me deixasse ver lançamento de graça all day long!!!!
beijos

Luna Sanchez disse...

Cadê tu, mulher?!

Passei pra deixar beijo de boa semana, tá? ;)

ℓυηα

Desabafando disse...

Está sumida, está tudo bem por aí?
Te indiquei lá no meu blog pra um meme, mas só faça se quiser e tiver vontade tá...rsrsrs..

Sà-lamandra disse...

Infelizmente Rê, acho que nossa criança é sempre sábia, pois ela encontra soluções nada intelectuais e que possibilitem que ela exerça algo onde ela sinta-se realizada quando se projeta na personagem da profissional.
Aí nós cresce, intelectualiza, somos empurrados pra um curso universitário, como se esse fosse a resolução de todos os problemas de mercado profisional, mas se arruma dificuldades que facilidades. Foi tempo que quem fazia faculdade era "doutor" e virava chefe de cara. Muita desinformação e ilusão dos pais em desejar títulos em vez de promover uma possível carreira ascendente para os filhos com um curso de formação técnica. O adulto jovem ao entrar numa empresa como técnico, terá muito mais oportunidades de fazer escolhas mais adequadas e coerentes com sua experiência e seus desejos de crescer e por vezes num caminho paralelo, exatamente por já estar dentro do ambiente de trabalho. Aí sim, a faculdade é uma opção consciente e prática.

Beijo

~*Tray disse...

Oieeeeeeeeeee fazia muito tempo
q eu não ti deixava um oie , saudades do seus textoss , seu blog é muitooo bom
bjuu boa semana

pequena disse...

Ai amiga adorei relembrar q eu tbm super falava the flash rssss

e eu quase loquei esse filme esse fim de semana sabia? rsss
Acabei ficando com Marido por acaso que eu tbm amei rss

Desculpa o sumiço flor, to de férias e aqui é complicado ver a net sempre, mas dia 30 to de volta e normalizo as visitas aos blogs das amigas especiais como vc tá? rss


bjim e boa semana pra vc

Tarcísio Buenas. disse...

pô, eu ficava viajando quando vendia discos... imaginando o cliente ouvindo minhas dicas...

e era ótimo quando ele/ela voltava e me agradecia entusiasmado. eu ficava mais ainda entusiasmado.

bj

Mary disse...

Hahahhaha... Ri horrores com seu texto!!
E bom... Quando eu era criança, queria ser cantora (hã??? !!!!). Mas, ainda bem, a gente cresce, né?! E eu me dei conta que meu talento, não passa do banheiro.
Mas vou te contar, querida: ser operadora de caixa é "uó". Nem todos os "bom dia; boa tarde; boa noite;" são verdadeiros. Experiênica própria. Hahhahahaaha

XoXo
=*

Diário de Solteiras disse...

Que viajeeem, =S.
kkkkkkkkk
Sempre sonhamos coisas estranhas quando criança, né?!
kkkkkkkkk.