terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Ilha da Magia


Daí que não tenho instinto de mulher caçadora, ou seja, quando solteira eu não saía por aí olhando os homens como se fossem um cifrão, olhando marquinhas de roupas de moda, analisando o estilo: se de pobre ou emergente ou ricaço, querendo saber enlouquecidamente se o futuro alvo tem carro do ano ou um carro interessante que dê pra deixar as amigas e conhecidos de queixo caído. 

Meu primeiro namorado era coisa de adolescente, então é claro que vivi anos de amor embalado pelo ritmo de um ônibus. O segundo namorado tinha um carro, mas era a mãe que enchia o tanque de gasolina todo mês e tudo com ele era milimetricamente dividido, porque ele sempre dizia que queria ser uma "pessoa justa", HAHAHAH, aí eu tinha que dividir com ele até os centavos, a mãe dele enchia o tanque de gasol e eu tinha que dividir com ele caso a gente viajasse. Cumplicidade zero, vida a dois fail. O terceiro que quase foi um namorado, era totalmente independente e consequentemente não me deixava pagar nada, maaaas sabe aquela coisa do casal se entender em momentos "hot" e nos outros é como se a gente desse soco em ponta da faca? Pois é, the end rapidinho. O atual não posso falar porque é totalmente anti-ético, néam? Só não sei se com ou sem hífen!

Pois então, deu pra perceber que não escolho namorados, eles simplesmente aparecem.
Continuando, na Ilha da Magia que é Florianopolis é tudo muito lindo, maravilhoso, divino e cheio de corpos bonitos realmente, mas as mulheres são totalmente caçadoras. Fiquei totalmente abismada, conheci muita gente em Jurerê Int'l e de 100% das meninas que conheci, 99% estavam caçando seus futuros pretendentes em meio a mojitos, capirinhas com Vodka Absolut, biquínis caríssimos parcelados em tantas vezes, muita maquiagem em pleno sol e corpos esculturais, porque néam... pobreza sai daqui, o que importa é a aparência.

Elas tem olfato pra pobre, tanto que quando um deles se aproxima elas já saem logo pensando: "que que esse pobre tá me olhando"

Tá certo que todo mundo quer uma vida cheia de glamour, camarão e champagne todo dia, viver pra cima e pra baixo com carro que tenha ar condicionado, roupas da moda e caríssima, e se o tal homem que proporcione isso tudo é bonito, isso já é um bônus, porque afinal... quem vê conta bancária, não vê cara, néam.

Conclusão: Não julgo quem queira tudo isso pra sua vida, afinal, eu também quero, mas vamos combinar néam... sair todo santo dia de casa, toda montada em maquiagem e com caras e bocas programadas, cabelo brilhante e sem entrar no mar, maquiagem pra que te quero e com um instinto caçador de Alien... CANSA néam gente, eu não teria saco pra isso nem por uma semana! Eu pensava que mulher assim só existisse em novela, mas é só chutar um balde em Florianopolis que tu enxerga trocentos tipinhos iguais!

Queria saber o que cada uma delas pensa quando encosta a cabeça no travesseiro pra dormir e vê aquela fulana conhecida toda feliz com seu namorado Zé Carioca, bem feliz e faceira, contabilizando anos de felicidade junto com seu par, tomando cerveja e molhando os cabelos no mar. Como eu queria ser uma leitora de pensamentos alheios.

31 comentários:

Desabafando disse...

Na minha opinião pessoas assim buscam uma vida de aparências, de ostentação...de fingir ser o que não se é. E talvez elas até encontrem alguém que entre nesse esquema e lhes proporcione essa vida de luxo e de mordomias, mas será que só isso basta pra ser feliz? Basta ter tudo, fingir que tem uma vida perfeita, não poder usufruir das coisas mais simples da vida e não ter valores ou amor? Não sei...acho que dá o que pensar esse assunto...rsrsrs...é bom sim ter um pouco de vaidade, mas em excesso será que não vira algo narcisista demais? Se a pessoa só pensa na conta bancária do outro não está baseando esse relacionamento em bases muito frágeis? o dia que vc conseguir ler esses pensamentos, vc conta pra gente? kkkk....

Fala garoto, fala garota. disse...

Hahahahahah
Saltitou e chutou o balde, garota!!!
Mas também, isso é reflexo dos lugares pelos quais tu andou...
Ilha da magia e da $.
Eu, que andei pelos albergues da vida, tenho outras experiências pra te contar. Passa lá no blog.
Beijo!!!

Wilian Bincoleto Wenzel disse...

Está aí o "maravilhoso" ser humano mostrando mais uma como ele é "especial".

E o pior de tudo é que quando essas pessoas morrem não levam naada... Maquiagem fica impregnada no rosto, o dinheiro (se ainda tiver algo) fica na conta bancária e as impressões negativas que deixou nas pessoas ficam em seus corações, para depois ela ser lembrada apenas como a "moça sem respeito que caçava homens na praia".

Ótimo o tema que abordou no texto!
Fique com Deus! ;*

Cinderela disse...

hauahauahau muito bom.
Que bom que voltou garota saudades do seu cantinho..to te seguindo la to twitter.
beijokas

Páginas da minha vida disse...

eu tb não consigo ser a "caçadora".sei lá, tb nunca tentei para saber como é, mas não é algo que me interesse.

quantas à essas mulheres,acho que elas estão equivocadas.dinheiro até pode proporcionar alguns prazeres ( materiais),mas não é tudo.Às vezes eu vejo por aí tanta menina nova, com homens de uns 70 anos, e fico pensando: " será mesmo que ela sente prazer em beijar, transar com ele? tem mesmo atração por ele?".Juro que não sei o que se passa na cabeça delas...sinceramente, não acredito que a maioria delas, são felizes.

bjs

Yuuko disse...

voltei pro blog amore

gomen mas to passando rapido e nao terei tempo pra ler seu post
np proximo prometo ler
k3

CooKie disse...

hhaa, o primeiro namorado é o que você nunca esquece e quem me dera poder viver de champagne e camarão!

Alicinha disse...

Se ve muito disso por aqui! Mas acho que se vê em todo lugar.
Qto a rachar gasolina, é de praxe, ainda mais qdo o carro é dos pais. Eu pratico! rsrs

cronicasurbanas disse...

O cerumano é mesmo uma coisa, né? Tem de tudo nesse mundo de modêus... Eu, por exemplo, já estou trabalhando firme em busca do meu segundo milhão de dólares. Do primeiro eu já desisti, tava difícil demais!
Bom tê-la de volta!
bjk
Mônica

Luna Sanchez disse...

Ah, Rê, isso é tão complicado...as pessoas tem valores diferentes, e a gente nunca sabe o que as leva a buscar tais coisas.

É estranho pra gente, mas deve fazer todo o sentido, pra elas. Sei lá.

Beijo, beijo.

ℓυηα

IsaBella disse...

Caçadora?? Eu???
rsrsrs.. de jeito nenhum...

Não por orgulho ou coisa parecida... mas, espero que eles venham até mim!

Não sirvo mto pra isso!

Ainda mais que sou de amar muito, poucas pessoas... então... a "variabilidade" de pessoas na minha vida sempre foi pequena!
hauahauahauaaahauahaua

beijinhus

Renata disse...

oi Rê!!!

Caçar um gatinho é uma coisa, caçar o dinheiro do gatinho é outra totalmente diferente. E o tipo que caça dinheiro na verdade não tem valor nenhum, afinal se o quwe vc quer é vencer na vida, vença através dos seus talentos e trabalho, não usando os outros como degraus.

beijos

Taiany disse...

Vc falou tudo.O amor tem que acontecer e não ser caçado,não pode ser uma coisa forçada,tem que ser verdadeiro.
E ser for pobre,rico,feio ou bonito;se ouver amor isso é a última coisa que vai importar.
bjos

Gerundino disse...

OK...

ta...

levando em conta a minha expêriencia -15 (pq zero é muito) em relacionamentos e namoros, explica melhor essa parte aqui?

"coisa do casal se entender em momentos "hot" e nos outros é como se a gente desse soco em ponta da faca?"

--

voltando... bem... como eu não sou bonito eu tento apelar para meus bens materiais para tentar achar alguem nessa vida... um carro cd (sedesmanchando) com motor bom (bomba).

pode parecer estranho... mas eu sempre disse que casaria com uma guria extremamente rica, msm q não sentisse nada por ela apenas para poder viver a boa viva, maaaasssss... ultimamente to aceitando até as pobres, as vezes o que conta é o programa e não o valor dele.

pequena disse...

Amiga eu amei seu post super sincero rssss
Ser assim mesmo deve cansar e no fim deve dar mesmo é uma temenda depressão rsssss

Eu morria pra ser uma leitora de pensamentos alheios confesso rsss

bjos florzinha e aparece sempre viu? pq eu amos seus recadinhos fofos rs

xerim

Anônimo disse...

eu discordo com tudo!
tem que comer camarão sim! nao importa com quem!
chega de xix salada com coca cola sem gás!
eu quero é mordomia minha gente, nao quero pobre não!
e qd falam em conquistar com seus proprios meios... tbm discordo... hj em dia por mais q se estude ou trabalhe o salario ta cada vez mais ridiculo, entao so sobra encontrar algum ricasso p fazer companhia e usufruir de bons momentos... pq dividir miséria ninguem merece... nao tem amor que vá pra frente numa cabana!

Gaby Almeida disse...

Eu tb não sou de escolher o namorado por esse requesitos não, sou bem exigente, mas em outros aspectos que pra mim são mais importantes que status.Euzinha linda e maravilhosa sair de casa toda emperequetada pra caçar? Never!!!!!! sou mais do tipo vou como me sentir bem se rolar rolou, se não é curtir e ser feliz!!!!

La Sorcière disse...

Querida,
É bom ter quem pague a conta e poder sair de carro e não de ônibus, MAS... realmente, no final das contas, não é isso o que importa. Importa cumplicidade, confiança, respeito e aquele calor pelo corpo todo quando "o tal" chega e desequilibra a linha do horizonte :)
Bj

Rachel Chagas disse...

Meu Deus, tô cho-ca-da!!
Tá certo que eu disse pra minha mãe esses dias que eu quero homem com dinheiro que, não precisava nem ter amor não, até por que né? Amor ultimamente tem durado bem menos que dinheiro, vamos combinar.
O primeiro namorado era a pé, depois evoluímos pra bike, aí quando terminamos, ele consegue um carro, da mãe, mas enfim... já era uma mão na roda.
O segundo, mesma coisa a pé e, uns busões de vez enquando.
Em ambos os relacionamentos, o amor foi lindo, durou bastante, mas acabou (em termos, por que amor que é amor, pra mim nao acaba, só muda o jeito de ser).
Nada contra ter andado a pé, nem de bike (amoooooooo), nem de busão... mas hoje em dia o amor tá tão escasso, que é mais fácil ganhar na mega sena!!

Mas, Rê, não se preocupe, não sou tão psicótica como posso ter parecido aí em cima. E outra, nem maquiagem eu uso, tenho pavoooooor!! uahuhauhauhauahu
Vai na cara limpa mesmo, coraaaaaaaagem, hein?
hauhauhuhauhaua

PS: minha ziguezeira já ta passando, já não estou mais tão baixo astral e, ler seu blog me alegra mais sempre, mas acho que nem preciso te lembrar disso!

Um beijo enorme, fica com Deus!

Paulo Palavra disse...

auehuaehaeuheauaehuea
fantástico! chutou o pau da barraca!
aqui em bsb há muitas desse tipo. só não tem a praia...

Ana disse...

Ué...na sua cidade não tem isso? Gente, não sei se é pq São Paulo é terra de gente viciado em trabalho, negócios, dinheiro e trabalho, mas aqui, é EM TODA ESQUINA! Juro!
Tenho maior asco!
Beijo

Gabriela Castro disse...

Eu me divirto demais com a sua espontaneidade. Haha...Caçadoras existem em todo lugar, infelizmente!

Estou passando também para te contar que fiz uma reforma no blog. O 'Não solta a minha mão nunca, tá?!' agora é 'Segredos de Travesseiro'. O 'blog continua o mesmo, mas agora está mais com a minha cara. Dá uma passadinha para conhecer a minha nova casa, ok?!
Beijos

Olavo disse...

Viver assim é bom..mas nao tudo..
conheço bem.
Bjs

Carla disse...

concordo ;)
o pior é que algumas se transformam da noite pro dia, bj

@philipsouza disse...

chutou o balde mesmo hein????
mas conheço bem isso
bjos

MULHER BÁSICA disse...

É verdade...o mundo tá fake pacas...eu procuro meus loves pelo q eles são...tanto q raramente consigo alguém mais favorecido...minha mãe diz q eu tenho sangue pra pobre msm...ahauAUAHUAHUhUHUAHAHAHUAAA...mas quem liga? eu trabalho, me banco e não preciso de ninguém pendurado do meu lado pela grana q tem...gosto de pessoas!!!
Bjão

disse...

Só você queria ser leitora de pensamentos alheios ? TODAS NÓS, RS
Bem Rê, vim aqui fazer uma visita que to devendo a meses, pois me afastei lá do blog, e queria ter a sua presença lá de novo nos meus posts, beijos, ótima semana pra você, e sucesso é claro!

Liana disse...

adorei seu blog e tô linkando lá no meu ok.

e poxa, se esse tipinho de mulher fosse exclusividade de Floripa tava bom, mas elas tão espalhadas por aí... aqui tem de monte! Pior é q os babacas ainda gostam...

pequena disse...

Amiga to passando pra matar a saudade!
bjocas pra vc flor e boa semana!
xerim no coração!

Arthur Golgo Lucas disse...

HUAHUAHUAHUA!!!!!

Tu estiveste na Mole, na Brava ou em Jurerê Internacional, né?

Da próxima vez vai até a Galheta, Lagoa do Peri e Matadeiro, guria!

;)

Arthur Golgo Lucas disse...

Andei meio sumido, mas este mês volto à ativa. ;)