domingo, 14 de março de 2010

A Luta da Proporção



Já pararam pra pensar que tudo o que nos dizem, sempre queremos devolver em uma proporção ainda maior? Não importa se devolvemos por questão de humildade, por raiva, por ironia, por descaso, por "se achar", inconscientemente ou conscientemente devolvemos sempre.

Alice lê livros sobre tudo o que é país, cidade e cultura. Ela sabe de todas as estátuas que existem no Central Park, porém nunca viu. Sempre gosta de falar que em determinado lugar é assim e é assado e na sua limitação, tenta passar aos outros o que sabe. Patolina, que viaja muito e está sempre no grupo de amigos de Alice, fala que não adianta ler, tem é que ver. Simples assim, grosseiramente assim.
Aristides estuda pra concursos, compra livros e se esforça ao máximo. Madrasta Má que já passou em concurso, diz que não há coisa melhor do que a sua estabilidade, dá um tapinha nas costas de Aristides e diz: "é dificil, mas quem sabe um dia tu consegue". Simples assim, estimulante como um afrodisiáco.

Laura acaba de terminar um relacionamento, está em frangalhos e sua única esperança é que em 2012 tudo vai acabar. Consequentemente seu sofrimento também. Bridget Jones toca em seu ombro e diz: "tens que arrumar um namorado logo, pra casar antes que vire uma tia, olha só, já tenho dois filhos e meu marido Ken é tudo o que sempre quis". Simples assim, lingua afiada em momento impróprio.

Marinete adora um café daquelas máquinas da Nestlé. Seu preferido é Vanilla, já que não pode pagar por um Victoria Secrets, se contenta no sabor e no cheiro desse café. Aquele café e ela já passaram por muitas coisas juntos: ele estava em suas mãos quando recebeu a notícia de contratação de emprego, quando ligaram pra lhe dizer que ia ser tia, quando João lhe pediu em casamento. Marinete e seu café nostálgico. Até Vera Loca lhe dizer que esse café é uma porcaria, que o melhor mesmo é o que ela mesmo fazSimples assim, minimizando sentimentos alheios.

Sarita adora ler livros, sua paixão é entrar em livrarias e passar tardes ao redor de todas aquelas estantes. Já leu muitos e sempre indica algum livro pra uma pessoa próxima. Joelma chega e lhe pergunta: que adianta ler tantos livros se nem entender uma piada tu consegue? Simples assim, ironia a flor da pele.

Esse tipo de resposta está em todos os lugares, na boca de todas as pessoas. Até de nós mesmos. O que a gente esquece é que nem sempre as pessoas estão abertas pra ouvir algo que não querem e nem sempre seus sentimentos de auto-confiança estão 100% aptos para escutar um deboche e ficarem quietas. Frases de efeito são empolgantes, porém nem sempre saudáveis.

 

18 comentários:

Gisley Scott disse...

Rê,

tenho aprendido na vida que "quem fala o que quer ouve o que não quer". É impressionante a mania do povo achar que sabe mais que os outros e que o único jeito certo é do daquela pessoa. Lembro-me bem de um carinha que estudava comigo, pôxa mas ele era mala, colocava todo tipo de defeito no meu intercâmbio para os EUA. Daí eu o confrontei:
"vem cá, pq tu põe defeito em tudo hein?" - aí ele disse que não tinha a menor vontade de vir pros EUA, daí eu respondi:
"e alguém torceu teu braço pra tu ir, cidadão?"

Aí ele menciona que quer ir pra França e eu solto um:

"pois vai macho pra França morrer de andar de bicicleta lá!" -- tome na testa! Nunca mais ele disse nada!

hahahahahahaha :)!

Desabafando disse...

Ameiii esse seu post. Simplesmente perfeito. E eu gostei porque até bem pouco tempo atrás eu vivia cercada por pessoas que estavam sempre prontas a soltar suas ironias ou "verdades" pra cima de mim e aguentar certas coisas era difícil e me fazia muito mal. Sempre que eu ouvia ou via alguém me jogando um balde de água fria eu me perguntava até que ponto a pessoa tinha direito de fazer isso ou razão no que dizia. E poucas vezes os conselhos eram úteis e sinceros. Na maior parte das vezes era apenas pra dar uma alfinetada e mostrar o quanto eram melhores e mais felizes que eu. Ninguém é dono da verdade. Não existe uma única forma de ser feliz. Não existem verdades absolutas mas também não temos o direito de desrespeitar os outros não?

se as pessoas aceitassem mais as diferenças e procurassem se colocar no lugar do outro e entende-lo talvez muita coisa fosse diferente.

E te respondendo: eu preciso comprar um celular com câmera pra fotografar as coisas que vejo por aí (o meu é velhinho)..rsrsrs...pq andar com a máquina nem sempre é seguro e não dá pra ser discreta né? rsrsrs...E que bom que mais alguém confessou que já escondeu dinheiro em meia...rsrsrs

Luna Sanchez disse...

Uhun, e em boca fechada não entra mosca.

Pronto, falei.

Beijo, Rê.

ℓυηα

Eve disse...

Ótimo texto!
E como tem gente sem noção.

Tem sempre um "mas" para remendar.
- Gostou da minha roupa?
- Gostei, mas ela está mostrando um pouco a sua barriga saliente. =O
ela perguntou da roupa! da roupa!!

bjs e ótima semana

Barbie Girl disse...

O silêncio é de ouro menina!
As vezes basta ouvir, que iremos fazer alguém se sentir melhor.
Mas existem pessoas que não seguram a língua e dá pitaco na hora e lugar errado. Porque é mais fácil cuidar da vida do outro do que da própria. Chato, né?

Boa semana!

***MissUniversoPróprio*** disse...

Querida, sempre haverá quem destile seu veneno por onde passa. Cabe a nós não nos deixar abater por palavras amargas.

Obrigada pela visita, viu? ;) =*

Luciana Klopper disse...

Sempre se tem soluções pros problemas dos outros, né? Isso me mata...

Amiga tem um selinho/meme pra vc no blog, a primeira pessoa que me passou pela cabeça pra oferecer foi a vc, acho que iria ser bem legal ler sua relação com os 7 pecados capitais...adoro seu jeito de escrever, sempre sincera, escancarada e com um bom humor, mesmo qdo estas irritada!

Luciana Klopper disse...

Aiiii q furooo, consertei!!!

Malu disse...

verdado.
eu sempre falo mais do que a boca e acabo sendo mal interpretada pelas coisas que digo.
mas viver sem opinioes tambem´nao é bom..a dica é saber dosar em tudo...e conseguir um equilibrio de fatores que certeza vai agradar uns e a outros nao...infelizemente.
otimo post
beijos

CooKie disse...

também acho, tipo não posso nem ficar feliz por um momento, lendo livros só pq eu não entendo piadas?

acho palha, porqe ouço muito... :('

eu fiz um post de inspiração em "lembranças" que vc falou

Déia disse...

Boquinhas malditas, né? kkkkk

Lembre-se o peixe morre pela boca e nós pela falta de educação emergente rs

Se fosse pra gente falar muito ao invés de 2 olhos, Deus teria nos dado 2 bocas! kkk

bjkas

Felicia disse...

É às vezes, flores para ti pode ser espinhos para outro !
As vezes a gente fala algo achando que vai ser o maior consolo e é mais desestimulante ou então, num momento impaciente falamos algo que achando que vai ser incentivador, se transforma em algo grosseiro.
Por um milésimo podemos cometer algo que pode ser muito, muito comprometedor.
Tento sempre fazer "pense bem antes de falar algo que possa magoar alguém".

*Mi§§ §impatia* disse...

Oi Rê, tudo bem?
Teu texto é bom demais, perfeito, adorei!
Linda semana pra ti, beijos.

Rachel Chagas disse...

Eu ri muito com essa tua postagem agora... até por que conheço um bocado de gente assim e me lembrei de um monte delas e suas "pérolas"... aaaai... me acabo... uahauhauhauah

PS: Rê, muito obrigada mesmo pelos parabéns, adorei te ver lá!! Obrigada mesmo e obrigada pela paciencia de acompanhar meu blog... bom, de qualquer forma, to no aguardo do presente tambem que, sei que voce nao vai se esquecer de me mandar... uahauhauhauahuha

Beijao, fica com Deus e otima semana!

DESASSOSSEGADA disse...

Bom eu ainda sigo a politica nao quer ouvir a resposta nao pergunte, mas que tem gente venenosa nesse mundo haaaa se tem e muita as vezes a opinião vem de graça apenas pra infernizar sua vida.

Bjos

Otimo post

''Tay' disse...

Ual, adorei o texto *-*
ficou muito boom...

bjus =*

Kesi disse...

O fato é que acho que a gente nunca vai entender o que uma coisa significa pro outro, simplesmente porque não podemos ser ngm além de nós mesmos. Então por mais que nos façamos de compreensivos, por mais que sintamos empatia, nunca estaremos em outra pele que não a nossa... As coisas adquirem significados diferentes pra cada um... e é realmente uma falta de respeito quando demoramos pra nos dar conta disso...

Beijos, e parabéns pelo excelente post

IsaBella disse...

Somos diferente e temos atitudes diferentes...
As vezes, o que é bom pra mim, é péssimo pra vc!
Ou seja, não iremos reagir da msm maneira, ainda mais em um dia q não estamos bem...
já imaginou??? um dia de tpm???
hauahauahauahuaahuaa!!!
xD
Beijinhusssssssss