sábado, 17 de abril de 2010

Somos o Infinito




Terminei de ler um livro "Novecentos". Não vou fazer um resumo porque há inúmeros blog's por aí em que o assunto é somente livros, néam charmosa-dentista-leitora-assidua Ale, então fica a dica, porque o livro é muito bom.

Mas pra vcs entenderem esse post e não me acharem maluca, tenho que pelo menos falar sobre o que livro trata. É sobre um bebê largado em cima de um piano, dentro de um navio, e por lá ele fica conhecendo todas as cidades, paises e lugares de dentro oceano, sem nunca ter pisado em terra firme. Torna-se um pianista autodidata (com ou sem hífen Jésuis) excelente e aplaudido por todos. Chega o dia em que ele quer descer do navio. E então a ficha cai e a minha também.

Então que um dia a gente acorda e descobre que não ama mais aquela pessoa. Se olha no espelho e se sente exausta, com olheiras e mal amada. Sai as compras e retorna com aquela sensação de vazio. Vai pro bar e toma todas e ao chegar em casa liga a TV no pior programa possivel que dão origem aos piores pensamentos. No meio do expediente descobre que não quer passar a vida toda fazendo aquele mesmo serviço de sempre. Vai encontrar uma amiga e descobre que ela não é tão amiga assim. Ocorreu um problema e quem a gente pensava que estaria disposto a ajudar e aconselhar, dá um chá de sumiço. Um dia a gente chora e se descabela, mas no outro dá risada e se pergunta pra que tanto drama.

"No silêncio mais absoluto, com tudo imóvel ao seu redor, nem sequer uma mosca se movendo, eles, zás. Não há uma causa. Por que precisamente nesse instante? Não se sabe."

"Eles" são nossas fichas rolando, nossos pensamentos caindo com a velocidade da luz e junto com isso, a clareza dos fatos, a possibilidade do novo, uma nova perspectiva e quem sabe até o caminho de uma qualidade de vida melhor

Tem gente que passa a vida toda vivendo como se fosse um playmobil, fadados a ter uma vida pacata e submissos as pessoas ao seu redor, a sociedade e ao papa. Não permitem que a ficha caia, ficam cegos. Não se permitem pensar, ficam naquele sofrimento silencioso, desejos inconfessáveis e desconforto emocional

''Agora você pensa: um piano. As teclas iniciam. As teclas terminam. Você sabe que são 88, sobre isso ninguém pode culpá-lo. Não são infinitas, elas. Você é infinito, e dentro daquelas teclas, infinita é a música que pode fazer. Elas são 88. Você é infinito.''

A ficha cai e com ela comprovamos que o ser humano é ilimitado e infinito, cada um com sua personalidade, magnitude e esperanças. O que não se pode fazer é ofuscar esse brilho e apagar as chamas.

27 comentários:

Gisa Dias* disse...

Boa dica, vou ver assim que terminar de ler Casorio!?, que estou amandooo!
Muito bom tbm, li Melancia e me apaixonei pela escritora!

mega bjokas querida*

Lorena Portela disse...

Rêe, tu abalou geral no post "eu não perdi, ganhei!"

arrasa!

beijos.

La Sorcière disse...

Rê, a gente transita dos momentos esfuziantes para os decepcionantes "rápido assim", né?
Passei por isso quando perdi aquele cargo, lembra? Ddescobri que os "amigos" sumiram, que meu celular não tocava mais, que não tinha mais convites para aniversários e baladas... foi a dor de perder um grande amor. Mas, como eu disse, é possível amar novamente, a fila anda (o melhor ditado de TODOS!), descobrimos outros amigos, outras curtições, enfim a gente evolui e segue em frente...
Obrigada pelo "charmosa", faltam duas horas para o evento e eu estou mais para "nervosa", acredite! huahuahuahua!!!
Bjks
Alê

Gisley Scott disse...

Oie Rê,

todos nós tempos um potencial dado pelo Criador.Às vezes, por causa das circunstâncias, das pessoas que cruzam nosso caminho, deixamos nos afetar por isso.Esquecemos, contudo, que há um Deus que nos observa,protege e cuida da gente.

Mesmo com recursos finitos é possível de se extrair o máximo deles.Conheci um amigo do meu esposo, Dennis, que deixou tudo e foi morar no México.A cadeira de rodas não impediu que ele fosse viver feliz ao lado do amor da sua vida em outro país.

Às vezes somos deficientes mentais.O que digo com isso é que não é pq temos uma limitação neurológica, mas emocional. Os traumas.Os rótulos que recebemos.Coisas que marcaram. Mesmo diante disso tudo e de todos os rótulos e pessoas que nos feriram, precisamos seguir com fé e querer mais pra nós mesmos.Eu não posso me culpar pelo que foi feito a mim, só posso me culpar como eu vou responder diante do que foi feito a mim.

Pessoas se ferem, daí deixam de amar, quando o traidor e o infrator da quebra de confiança continua livre, leve e solto e peidando para a que está ferida. Daí a ferida decide que de hj em diante vai ferir que entrar na vida dela.Isso a deixa na mesma categoria da traíra.

Tem gente que um amigo sacanea legal, daí nunca mais confia em ninguém.O sacana mantém aquela pessoa em cadeias emocionais, mesmo vivendo a vida de boa.

Que queiramos mais pra nós e não deixemos que nada e nem ninguém venha tirar o brilho dos nossos olhos, o amor que Deus colocou no nosso coração para fazer a diferença, somar na vida das pessoas e sonhar com tudo que Ele planejou para que fóssemos. Deixo essa música para sua reflexão:)!


http://www.youtube.com/watch?v=ISIttx3kOPY

Eve disse...

putz! só a citação do penúltimo parágrafo já me deixou com vontade ler o livro.
manda pra mim??? ;)

bjs!

Atreyu disse...

Concordo com você, não temos definição ou limites prévios

Gaby Almeida disse...

PQP, Rê, esse post tocou no meu útero... chorei... tudo bem q to passando por umas coisas e tow meio q sensivel ao extremo... mas vou procurar esse livro...

bju

Liana disse...

adorei o post, mesmo.

E só tenho um comentário: infelizmente, a maioria dos seres humanos q vejo por aí é limitada... melhor dizendo: a maioria não enxerga q somos ilimitados e temos possibilidades infinitas, e fica presa na limitação.

A parte boa é q existem os q sabem q são ilimitados, e usam isso. =)

*Mi§§ §impatia* disse...

Oi Re, adorei sobre o livro, vou comprar pra ler, obrigada pela dica.
Bom sábadão, beijos.

Desabafando disse...

Belíssimo post! Eu não consigo levar uma vida muito pacata e muito estagnada no desconforto ou no comodismo prefiro me enfrentar e mudar do que aceitar algo que não esteja me fazendo bem. Acho que minhas fichas vivem caindo...rsrsrs...talvez até mais do que deveria. Será que isso é ruim? Essa semana mesmo, cairam algumas fichas importantes sobre certas pessoas.

Ana disse...

Viver é mesmo abrir uma caixinha de surpresas a cada dia não é mesmo?????
Viva intensamente! Não perca tanto tempo olhando a ficha que cai...Caiu? Beleza, hora de arregalas os olhos pras novas descobertas e tantas outras fichas ainda por cair!!! beijo grande

''Tay' disse...

Hey Rê,
adoro livros, vou procurar por esse *-*
uma boa dica ^^

bjus =*

Dea アンドレア disse...

OI Re, eu adoro ler...
mas não gosto de livro muito grosso rs
Dá preguiça só de olhar p ele!!
bjokas

Gabriela disse...

Poisé, a festa tava tri.. to com teu ingresso até agora... tentei te ligar justamente pra saber se tu ia, daí nao comprava teu ingresso! mas tu não atendeu e nem respondeu minha msg, e como a gente tinha combinado q tu ia, eu comprei :P

Páginas da minha vida disse...

olha,é triste quando a ficha cai,mas vou te dizer,dói mas é o melhor.

tem gente que gosta de viver na ilusão.acha que assim a vida não fica tão amarga ( conheõ vááááárias).sinceramente, não acho que isso nem é vida.é melhor encará-la como ela é, e bola para frente!

Bom domingo e uma ótima semana,

bjs

Luna Sanchez disse...

Rê New Generation®

Adoro! ^^

Beijo, beijo.

ℓυηα

Paulo Palavra disse...

já viu o filme?
em português chama-se "a lenda do pianista do mar", ou algo parecido. é bem antigo e anda difícil de achá-lo. eu mesmo não acho aqui em bsb, mas lembro de vê-lo quando criança.

Amiga do Cafa ( Celamar ) disse...

Adorei o post !
Acho que todo mundo um dia na vida sentiu ou vai sentir uma sensação grande de vazio, um necessidade imensa de mudança.
É preciso coragem para mudar. Eu tenho tido coragem para lutar e mudar o que não está bom. Mas ainda é preciso mais.
A vida é transitória.
Um grande beijo e excelente semana !

.

Sofia disse...

aiai, adorei os posts da página. tava com saudades de passar por aqui :/
sofia

Eu sou o GOOGLE disse...

Ozzi, fofolete, que querida, que bom que tu nesta leveza de pluminha....
não entendi, foi vc que entou como letras lá e me convidou pro chimas..achei que era, mas vc nao aparece como Rê..nao entendi, pode ser q sim, pode ser q no....

bjs e fique bem!!

Accácia disse...

Impressionante como me vi nesse texto!E deu vontade de conhecer o livro tb!
Beijo!

Déia disse...

To agora com muita vontade de ler esse livro!!

bj

Gisley Scott disse...

Oie Rê!
Tem selinho pro seu blog lá no meu espaço!
post "MAIS UM".
Bjos!

A. Lima disse...

não conhecia o livro... estou lendo 'o outro lado da meia noite' de sidney sheldon, assim que terminar eu irei ler sua dica ;D

gostos das cores variadas dentro do textos, prende nossa atenção. O texto é muito bom, tem uuma verdade inquestionavel, como somos incostantes!! e quem é que vai descobrir o motivo de tanta mudança, e tao repentina?
(...)

Obrigada por visitar meu cantinho, Beijão ;*

Yumi disse...

^^






Hmmm... Me deixou com vontade de dar uma folheada nesse livro!




x]]~~

Gerundino disse...

As vezes penso que uma vida limitada e simples seria boa, mas pensar que a vida que levo me da possibilidades ilimitadas faz com que eu me anime e tenha forças pra poder viver cada dia ao máximo.

日月神教-向左使 disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,性愛,正妹牆,情色視訊,愛情小說,85cc成人片,成人貼圖站