quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Me convenci: é difícil agradar

Não sei como funciona com as outras profissões, mas a minha, basta eu ir no Foro Central de Porto Alegre pra encontrar até aquele colega idiota que nunca te deu "oi" na vida e tu nem lembra o nome ou aquele colega do primeiro semestre que tu pensou que jamais veria novamente ou até mesmo aquele que se achava um garanhão na época e hoje está mais pra sósia de Jô Soares. No último caso, claro que o oposto também acontece... o que eu particularmente, adóuro

Mas enfim... tu acaba caminhando por todo aquele Foro e acaba encontrando as mesmas caras. E em dias em que meu bom humor fica em casa, eu fujo muito na cara de pau. O legítimo pânico de semi-conhecidos: a colega chata, o colega babaca, a colega fofoqueira, o colega encrenqueiro e por aí vai.

Em dias que estou mais sociável e minha miopia me permite reconhecer alguns rostos amigos, eu até paro pra conversar. Que nem semana passada.

Encontro fulana que desde a formatura não a via. Como não faço mais parte da rede de relacionamentos que 99% da população participa, eu não tenho mais notícias diárias de atualizações da vida alheia. Então, o que falar pra pessoa depois de tanto tempo? E o pior, a pessoa dá "oi" e por alguns segundos tu pensa que retribuir aquele "Oi" será o suficiente, mas não... a fulana queria conversar. Queria saber em 5 minutos detalhes da minha vida de 5 anos que já se passaram. Fazer o que nesse momento? O que perguntar? Claro, estamos em época de final de ano. A pergunta de praxe: "Pois é, e o Natal? Tu ainda vai pra lá com o beltrano (marido)?". E entao eis que a fulana responde: "O beltrano? Bah, não to mais com ele faz muito tempo, tu não viu no orkut?".

Mais além, encontro outra colega. Vi ela pelos corredores do mesmo Foro no inicio do ano. Morando junto, feliz, com planos de filho e estudar pra concurso. O que perguntar pra pessoa? Ainda estamos na época de Natal/Ano Novo, néam... "E então, vcs vão passar Ano Novo aonde?" e a colega: "Vcs??? Bah guria, a gente terminou no meio do ano, saí da casa dele e agora to em tal bairro morando sozinha, tu não viu no Facebook? To fazendo altas festas."
Subo, desço escadas, subo rampa, fecho porta, abro porta e me deparo com um colega. Aquele que por toda a faculdade a gente só ficava nas "olhadas". Faltou o instinto voraz masculino dele  somado a uma ausência de timidez que nunca tive para concretizar, na épocaalguns pensamentos libidinosos-reciprocos. O que dizer além de um "oi"? E o pior, o que fazer quando a pessoa fica parada na tua  frente igual a uma pedra no meio do caminho. Que época que estamos??? Natal, Ano Novo, Papai Noel e claro, o recesso da Justiça!!! E agora sem falar em "vcs" ou dar nome aos bois, porq néam... chega de mico. "Vai tirar férias no recesso?" e ele: "Não, meu pai morreu semana passada, estou em função de todo o escritório, tu nao viu no orkut que eu to de luto?". Só uma coisa a pensar nesse momento: putaquepariu.

Protocolo ali, pega processo aqui, paga uma guia lá, distribui uma ação ali e encontro outra colega. Então néam, que agora chega de pagar mico. Sem pergunta sobre ferias, recesso, falar "vcs" ou perguntar qualquer outra coisa que inclua um suposto namorado/marido/amante. E depois de todo um interrogatório respondido por mim, pergunto pra finalizar toda aquela conversa e ir embora de uma vez: "E então guria, O QUE VAI SER DO Ano Novo?" e ela: "Como assim guria, hahahah, eu ainda tô com o fulano, desde o inicio da faculdade, vou ir pra onde ele for e bla bla bla".

Juro pra vcs que fui p/ estacionamento emputecida. Xingando até a 5º geração de quem inventou redes de relacionamentos. Se eu incluo nomes, a pessoa já está separada. Se pergunto de férias, o beltrano morreu. Se não falo de ninguém, a pessoa vive p/ fulano que não citei.

Vão pra pqp.
   

14 comentários:

Páginas Da Minha Vida disse...

kkkkkkkkkkkkkkkk

Não liga não, tb sou assim.de vez em quando dou umas mancadas parecidas ( ou piores) com estas kkkkkkkkkk

bjs

Páginas Da Minha Vida disse...

Ah, vc que conversava como Heitor do "diário de um tonto", como ele está? ele sumiu, ninguém mais tem notícias dele...

bjs

Luciana Klopper disse...

kkkkkkk é assim mesmo!

Liana disse...

aguardo seu texto natalino pra dar risadas hein.

beijos...

- e não dá pra agradar a todos.

Barbarella disse...

Putz....prefiro nem comentar....huahuahau
Olha você tem sorte, meu regime de escravidão, vai até dia 23 na hora do almoço...báh!!!

bjokas queridona

Gaúcho disse...

kkk, ótimo texto, pior que é bem assim mesmo. Eu, quando passo por colegas na rua, faço que nem vejo! Nunca fomos muito ligados na época da Faculade e agora eles se acham no direito de querer saber da minha vida.

Agora, "tu não viu no orkut?", eu ri muito!

Beijos!

''Tay' disse...

kkkk' costuma ser assim mesmo D:
minha mãe que o diga. rsrs'

bjus =*

Desabafando disse...

kkkkkkk...ri mto mas é bem assim mesmo né? Agora todo mundo só fala assim: mas vc não viu as fotos no orkut? vc não soube? ainda bem que sai dessa porcaria de orkut, e pra te falar nem sinto falta viu!

*Mi§§ §impatia* disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Nossa eu ri demais pq uma vez passei por uma situação muito parecida....na hora quase choro de raiva mas depois não tive como não ir com a minha sucessão de gafes kkkkkkkkkk
beijos querida.

JaNine disse...

Coitadinha...

Q dia horrível.

Mas até q tu se manteve simpática com os semis, hahahaha.

Bjus!!!!

Luna Sanchez disse...

Ahahahahaha...às vezes a Internet é uma praga!

Eu não sou sociável de bom nem de mau humor. Sou chata sempre. ;)

Um beijo.

ℓυηα

Arthur Golgo Lucas disse...

Hehehehe...

Duas coisas:

1) Por essas e outras eu mantenho meu perfil no Orkut e fiz um no Facebook. Aliás, graças ao do Facebook é que eu voltei a ter contato com minha turma do 1° grau.

2) A fórmula do sucesso garantido ninguém conhece, mas a do fracasso garantido é tentar agradar a todo mundo.

Boas festas e feliz 2011. ;-)

Adélia Lopes disse...

Só posso lhe dizer uma coisa: FORÇA NA PERUCA, porque tem dias que são assim mesmo!

Miss Pauleth disse...

As vezes eu adoro quando o meu bom humor fica em casa, :D.