terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Notas de Uma Terça

 ** POR FAVOR, respondam a enquete à direita! Thanks!!!!

- Nas horas vagas, ando relendo um livro que ganhei do meu pai há 16 anos. Ele comprou na Feira do Livro de Porto Alegre, e desde então, estava na minha estante com outros tantos livros que já ganhei dele, mas apenas esse e "O Diario de Anne Frank" tem dedicatória que ele escreveu pra mim, com aqueles garranchos misturados em português e espanhol. 

O livro que estou falando é "O Mundo de Sofia". Não vou falar sobre ele, pois basta jogar no Google. Estou relendo em doses homeopáticas, mas apesar da malemolência da leitura, eu redescobri "O Mundo de Sofia". A cada página amarelada que vou lendo, vou absorvendo entendimentos, e degustando a leitura com outros olhos, e com outro sabor. Está sendo uma experiência e tanto, digo até que memorável.

- Não tenho tido tempo pra mais nada. Estou estudando freneticamente, e nas hora vagas, tenho que dar a devida atenção ao marido, sob pena de perder ele para o Play...




12 comentários:

vidacuriosa disse...

Por coincidência, é o segundo post que eu entro e vejo uma bonita relação entre pai e filha. No outro, do meu amigo Milton Yung, ele faz uma homenagem à filha. No teu blog, lembras com carinho dos livros que teu pai te deu. Diante disso, só posso dizer que o mundo tem conserto sim, que os valores da família nunca irão morrer. Abrs.

Marinha Luiza disse...

Ei moça!
Nossa. Tempinho que não passo por aqui. Ainda nem sabia que você estava casada! Parabéns!!

Bem, quanto aos livros, já li um nacional (A esperança tem muitas faces), O Pequeno Príncipe e estou terminando a Série do Guia do Mochileiro das Galáxias. Mas tem muitos que quero ler (quadrinhos, cinema, literatura).

Beijo

Christian V. Louis disse...

Olá. Gostei do seu senso de humor. ahah.
Ainda não li O Mundo de Sofia, apenas o Diário de Anne Frank e gostei imenso.
A leitura deve ser assim em minha opinião, por vezes, em doses homeopáticas para que se absorva realmente tudo o que o autor ou autora quer nos passar. Há tantos "devoradores de livors" que lêem apenas por ler e para divulgar o quanto estão lendo muito e rápido, contudo, são leitores vagos e frios, que pulam de uma história para outra sem nem ter absorvido nada ou lhes acrescentado nada.
Eu creio que a leitura provoque mudanças em nós e estas pessoas "cults" lêem tanto e como conseguem permanecer imutáveis.
É um questionamento que possuo.
Ligação entre um pai e filho é imortal.
Gostei do seu blogue, passarei a segui-lo.

http://escritoslisergicos.blogspot.com

Christian V. Louis disse...

Desculpe-me pelos erros, não leio rápido, mas na hora de digitar...

Dea disse...

Eu fui nessa feira!!
Obrigada pelo recadinho la no blog, beijos

Gisley Scott disse...

Menina, estou do mesmo jeito, muito ocupada, nas hrs vaga dou atenção ao maridoviski ou do contrário vou perder ele para o quadrúpede que a gente tem lol!!!

Bjos!

Obg por ter dado uma passada lá no blog:) - estou muito feliz pq vc casou e encontrou uma pessoa legal :)! - sucesso!

Ricardo Chicuta. disse...

Já li O mundo de Sofia 4 vezes.Te abre a mente,te faz pensar diferente.(Rimou,mas não foi intencional eheeh)

Ricardo Chicuta. disse...

Quanto as letras coloridas realmente dificulta bastante a leitura do blog.Abraço.

Christian V. Louis disse...

Estou passando para desejar um bom fim de semana e agradecer aos comentários em meu blogue, você é uma ótima comentarista, tem um sendo de humor único.
Já respondi a enquete. Bom fim de semana.

pequena disse...

Posso confessar?

Nunca consegui ler O Mundo de Sofia todo acredita amiga?
Não sei o que é q já comecei a ler umas 5 vezes, mas não leio até o final rsss vai entender cabeça de gente doida q nem eu né? rsss

bjo e saudade de tu moça rs

Bah disse...

Vai fundo na leitura!

Quando eu estava na época da escola (de freiras ainda), tínhamos aula de filosofia e eu AMAVA, cheguei a pensar que eu seria um bicho-grilo de tanto que eu me identificava.

Não sei se era o professor ou sei lá o quê, mas quando ele recomendou a leitura do Mundo de Sofia, meu mundo de abriu. Eu li esse livro exatas 4 vezes e cada vez é uma nova descoberta.

Kisu!

Rachel Chagas disse...

Não sobre o texto, mas sobre a enquete que pediu que respondessemos antes mesmo de começar o texto.

Se você perguntou, provavelmente deve estar te cansando e dando trabalho para ficar colorindo. Se te cansa e atrapalha, não há por que continuar, se não há motivos para valer a pena.

Quanto à minha opinão pessoal, caso não te canse, acho que há motivos suficientes para continuar fazendo. As letras coloridas são a tua marca, assim, como se estivessem saltitando! =)